Portugal 2020

Subscreva feed Portugal 2020
Actualizado: há 56 minutos 7 segundos atrás

Renovada Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de Marvão com apoio do ALENTEJO 2020

Qua, 21/08/2019 - 00:00

Foi assinado o protocolo para a construção da Extensão de Saúde de São Salvador da Aramenha e para a remodelação/adaptação das futuras instalações da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de Marvão, que terão apoio do Programa Operacional ALENTEJO 2020.

 

A cerimónia de assinatura, que teve lugar dia 19 de agosto, contou com a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, do presidente do Município de Marvão, Luís Vitorino, e do Presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), João Moura dos Reis.

 

A Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de Marvão, que funciona em instalações da Misericórdia local, vai ser transferida para um edifício, propriedade do Serviço Nacional de Saúde, no interior das muralhas daquela vila alentejana.

 

A nova Extensão de Saúde vai ser construída no terreno cedido pela Câmara Municipal de Marvão.

 

O protocolo de colaboração estende-se ao apetrechamento da Extensão de Saúde e apuramento do equipamento existente na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados Marvão com funcionalidade para o futuro.

 

A ULSNA apresenta candidatura ao Programa Operacional ALENTEJO 2020, como dona da obra, com 85% de comparticipação FEDER, 7,5% pela ULSNA e 7,5 € pelo Município de Marvão.

 

O Município de Marvão cede à ULSNA a propriedade do lote de terreno destinado à construção da Extensão de Saúde e promove a cedência do imóvel para remodelação e adaptação das futuras instalações da UCSP de Marvão”, revela a ULSNA.

 

 

Fonte: Digital/Alentejo2020

Coimbra recebe ‘Startup Capital Summit’ em setembro

Qua, 21/08/2019 - 00:00

No próximo dia 18 de setembro, realiza-se em Coimbra o ‘Startup Capital Summit’ que vai reunir investidores, empreendedores e investigadores para debater as últimas tendências do ecossistema português.

 

Esta primeira edição contará com mais de 50 especialistas que partilharão diferentes visões sobre transferência de tecnologia, financiamento, capital de risco e políticas públicas de fomento do mercado.

 

O #Startup Capital Summit 2019 é organizado pela IFD – Instituição Financeira de Desenvolvimento, em parceria com o Fundo Europeu Investimento, a Universidade de Coimbra e o jornal Público.

 

Marque já na sua agenda! Inscrições e mais informações em breve.

 

Sobre a IFD

 

A IFD - Instituição Financeira de Desenvolvimento, com sede no Porto, tem como objetivo principal direcionar recursos financeiros públicos, preferencialmente alavancados por cofinanciamento privado, e em particular Instrumentos Financeiros (IF) que permitam colmatar falhas de mercado no acesso das PME e midcaps portuguesas ao financiamento.

 

Funciona como um complemento à banca nacional e aos outros parceiros privados no desenvolvimento do tecido empresarial português, desenvolvendo o negócio de banca de segundo piso.

 

Para mais informações contactar:

ATREVIA | +351 926 728 292

Diogo Vasconcelos | dvasconcelos@atrevia.com 

Daniela Agra | dagra@atrevia.com

 

Fonte: IFD

Jornadas Europeias do Património 2019 passam por Portugal

Qua, 21/08/2019 - 00:00

Estão a decorrer em toda a Europa entre agosto e outubro, as Jornadas Europeias do Património 2019 (#EHDs), uma iniciativa conjunta da Comissão Europeia e do Conselho da Europa desde 1999, apoiada pelo Programa Europa Criativa.

 

Em Portugal, o evento assinala-se de 27 a 29 de setembro, com um PROGRAMA diversificado e descentralizado.

 

Envolvendo mais de 70 000 eventos, as Jornadas Europeias do Património são o principal evento cultural participativo do continente europeu, cujo tema este ano é ‘Artes e lazer’.

 

As Jornadas apresentam o valor do nosso património comum, salientando a necessidade de o conservar para as gerações atuais e futuras.

 

As atividades incluem, por exemplo, festivais, exposições, aulas de artesanato, conferências e visitas guiadas.

 

Desde os espetáculos de rua às salas de concerto, passando por teatros, museus ou cinemas, o património artístico europeu subirá aos palcos regionais, nacionais e europeus.

 

 

Fonte: Rep. CE Portugal

Santarém combate perdas de água com apoio do PO SEUR

Ter, 20/08/2019 - 00:00

A empresa Águas de Santarém vai investir perto de dois milhões de euros em obras de controlo e redução de perdas de água da rede de abastecimento no concelho de Santarém.

 

A empresa garantiu a aprovação pelo PO SEUR – Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no uso de Recursos, relativamente à candidatura de “Monitorização e Controlo de Perdas de Água no Concelho de Santarém”, alinhada com a estratégia e objetivos definidos no PENSAAR 2020 – Plano Estratégico de Abastecimento de Água e Saneamento de Águas Residuais 2020.

 

A operação prevê um investimento elegível de 1.884.348,97 euros, a que corresponde uma participação de Fundo de Coesão de 749.028,72 euros, com um prazo de execução até Junho de 2021.

 

A candidatura compreende a realização de diversas empreitadas de substituição de condutas de água, aquisição de equipamentos de monitorização e medição de caudais, aquisição de equipamentos de deteção de fugas, aquisição de software, hardware e telegestão, contribuindo para uma redução efetiva das perdas de águas reais no concelho de Santarém.

 

 

Fonte: POSEUR/O Mirante

 

Projeto nos Açores vai criar produtos turísticos para seniores

Ter, 20/08/2019 - 00:00

O projeto Tu-Sénior 55+ - Turismo Sénior e Bem-Estar no Destino Açores, a decorrer na Universidade dos Açores, procura criar produtos turísticos de conteúdo cultural para os seniores e contará com o apoio do Programa Operacional AÇORES 2020.
 

Tendo por base o facto de o turismo sénior constituir um segmento em expansão, em consequência do aumento demográfico da população idosa mundial e do aumento da esperança de vida, o Projeto Tu-Sénior 55+ visa “o desenvolvimento de modelos programáticos de ações/iniciativas, com conteúdos próprios e atividades culturais e lúdico-expressivas, adequados à promoção da saúde e bem-estar ao público Sénior nas suas diferentes valências, limitações e necessidades”.
 

Assim, o objetivo principal do projeto centra-se na conceção, estruturação e desenvolvimento de um produto promocional de ações e iniciativas sequenciadas que integrem as atividades culturais e ambientais num quadro articulado que configure um itinerário ocupacional que vá ao encontro das necessidades de saúde e bem-estar das pessoas com mais de 55 anos.
 

O projeto Tu-Sénior 55+ conta com o apoio da Fundação Gaspar Frutuoso, no âmbito do Programa AÇORES 2020, é da responsabilidade de diversos investigadores da Universidade dos Açores, contando ainda com um Consultor Científico da Universidade de Coimbra.
 

No âmbito deste projeto vai realizar-se o primeiro Congresso Internacional de Turismo Sénior, que decorrerá nos dias 30 de setembro e 1 de outubro de 2019, na Universidade dos Açores, Campus de Ponta Delgada (Anfiteatro VII).
 

Este evento reunirá palestrantes nacionais e estrangeiros que prezam a partilha de experiências e a divulgação dos resultados de investigação de ponta, promovendo-se um diálogo construtivo, inovador e parecerias promissoras para o futuro do setor.
 

 

Fonte: Açoriano Oriental/Açores2020

 

POCTEP apoia Turismo Sustentável no Alqueva

Ter, 20/08/2019 - 00:00

No Alqueva multiplicam-se os projetos turísticos e as atividades de promoção do meio ambiente apoiados pelos fundos FEDER da União Europeia, através do POCTEP - Programa de Cooperação Transfronteiriça Interreg V-A Espanha-Portugal 2014-2020, com um orçamento global superior a 3,1 milhões de euros.

 

Segundo o presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz e da ATLAS -Associação Transfronteiriça do Lago Alqueva, José Calixto, “está a conseguir-se recuperar o turismo em Monsaraz”.

 

Nos últimos anos, a localidade de 100 habitantes recebeu 100.000 visitantes e a praia de Monsaraz recebeu cerca de 80.000 banhistas, indicou o autarca. Às atividades associadas ao lago, como a navegação, o esqui aquático, a canoagem ou o paddle-surf, junta-se a oferta de passeios, observação de aves e voos.

 

Os castelos medievais dos municípios que rodeiam o lago, o seu património histórico, a sua gastronomia e os seus vinhos, que converteram Monsaraz no “berço do vinho de Portugal”, foram outras atrações enumeradas por José Calixto.

 

Mas a oferta não estaria completa, admitiu, sem “um conjunto de eventos de caráter transfronteiriço que são hoje pontos de atração, tanto do lado de Espanha como do lado de Portugal”, que inclui desde percursos históricos até festivais de fado e flamenco.

 

Do lado espanhol, também o autarca de Alconchel está empenhado em aumentar o fluxo de turistas naquela localidade da Extremadura próxima da fronteira.

 

O castelo que coroa a cidade recebe anualmente milhares de visitantes, mas Óscar Díaz trabalha para promover também a oferta hoteleira e gastronómica.

 

O objetivo comum é impulsionar o desenvolvimento e travar a saída de jovens da região.

 

Pelas mãos do lago multiplicam-se as oportunidades para fixar a população ao território: “Há dez anos muitas das empresas que existem agora não existiam e não se faziam as atividades que se fazem agora”, lembra José António Carrasco, coordenador da Alcor Extremadura, uma das empresas de atividades na margem espanhola do lago.

 

José Antonio Carrasco frisou que, se se considerarem “os mais de 80 quilómetros que há da cabeça à cauda [do Alqueva], pode assumir-se que uma lâmina de água tão grande gera oportunidades de fazer muitíssimas coisas”.

 

“Se a isto unimos o que já havia da parte cultural e histórica de cidades emblemáticas como Alconchel ou Olivença, no lado espanhol, e localidades no outro lado, como Monsaraz ou Évora... Juntamos água, possibilidades de lazer, cultura e tradições em todo este território e este atrativo de vir a esta região e conhecer uma zona nova coberta de água. É estupendo”, afirmou.

 

O GRANDE LAGO DA EUROPA

 

Criado para revitalizar uma das zonas mais empobrecidas da Península Ibérica, o Alqueva tornou-se num polo turístico virado para o desenvolvimento sustentável desta região partilhada entre Espanha e Portugal.

 

Ao todo são mais de 250 quilómetros quadrados e 13 municípios de ambos os lados da fronteira que se alimentam das águas do rio Guadiana.

 

A sua criação, em 2002, alterou a fisionomia - e a vida - do Alentejo e das localidades do lado espanhol (província de Badajoz).

 

“O grande lago”, como também é conhecido em Portugal, tem uma capacidade de armazenamento superior a 4.100 hectómetros cúbicos - suficientes para cobrir a procura de água de Lisboa durante 40 anos - e uma extensão de costa de 1.100 quilómetros, equivalente a todo o litoral marítimo português.

 

As suas águas, que impulsionaram a agricultura e a geração de energia, são também agora o epicentro do crescimento de um turismo sustentável que pode travar o ritmo do despovoamento que castiga esta faixa ibérica.

 

 

Fonte: DN/POCTEP

 

Conheça Projetos Sociais Inovadores espalhados por Portugal

Ter, 20/08/2019 - 00:00

A iniciativa Portugal Inovação Social lançou uma plataforma interativa que permite conhecer os diferentes projetos apoiados. No total, o investimento chega aos 150 milhões de euros de fundos da União Europeia.

 

A ferramenta está incluída no renovado website da Portugal Inovação Social e inclui "dados e informações detalhadas sobre os projetos já aprovados e sobre os investidores sociais já a bordo desta iniciativa", destaca a organização, na sua newsletter.

 

A partir da navegação no Mapa Interativo da Inovação Social, é possível conhecer, por exemplo, a distribuição dos projetos por região, tipo de instrumento de financiamento ou área de intervenção.

 

A Portugal Inovação Social é coordenada pela EMPIS - Estrutura de Missão Portugal Inovação Social, assumindo como objetivo, "dinamizar o mercado de investimento social em Portugal".

 

Para tal, conta com o apoio de 150 milhões de euros do FSE - Fundo Social Europeu.

 

De acordo com a organização, esta é "uma experiência pioneira da Europa", uma vez que Portugal foi o único Estado-Membro a reservar parte dos fundos UE para esta nova ferramenta.

 

Para conhecer os projetos apoiados pode visitar o Mapa Interativo da Inovação Social. 

 

 

Fonte: Portugal Inovação Social

 

 

Projeto de aeronáutica vai criar 274 empregos em Grândola

Seg, 19/08/2019 - 00:00

O Ministério do Planeamento anunciou ter homologado o apoio de fundos da União Europeia ao investimento de 33 milhões de euros da empresa Lauak, do setor da aeronáutica, em Grândola, no litoral alentejano.
 

O Ministério refere que o apoio do Programa Operacional COMPETE 2020 "vai contribuir para a implementação de uma nova unidade do setor aeronáutico em Grândola e o cofinanciamento de 7,9 milhões de euros do FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, vai "apoiar a criação de 274 novos postos de trabalho, cerca de 70 dos quais altamente qualificados", e possibilitar exportações no valor anual de 30 milhões de euros.

 
A Lauak vai produzir em Grândola peças com processos tecnológicos avançados, nomeadamente para o fabrico do Airbus A320.

"A economia alentejana reforça, assim, a sua presença num 'cluster' industrial com elevado valor acrescentado, alargando os seus atuais poios geográficos de Évora e Ponte de Sor a novas localizações no território alentejano", lê-se no comunicado do Ministério do Planeamento.
 

De acordo com o executivo, o projeto em Grândola, negociado ao abrigo do regime contratual com a AICEP, "soma-se ao lote de 150 milhões de euros de outros investimentos empresariais a realizar no Alentejo aprovados no último concurso geral do SI Inovação".

 

 

Fonte: JN/MP

 

Aquacultura na Ribeira Quente com resultados na próxima Primavera

Seg, 19/08/2019 - 00:00

O projeto de Aquacultura offshore da Ribeira Quente decorre dentro do esperado, com o apoio do Fundo Azul do Mar 2020 e do Programa Operacional Açores 2020.

 

O projeto da AQUAZOR-Aquicultura e Biotecnologias Marinhas dos Açores, SA., na Ribeira Quente, com um investimento de 760 mil euros e, com o apoio do PO MAR 2020 no valor de 646,7 mil euros, está em curso e na próxima Primavera espera ter já resultados, em termos de sobrevivência e de crescimento do peixe, constituindo um projeto que pode ser uma boa solução futura para atenuar a quebra das pescas nos Açores.

 

"É a primeira vez que é feita, já temos imensos peixes a crescer e ainda estamos a meio", explicou Paulo Serra Lopes, Administrador-delgado da Aquazor. São muitos milhares de lírios que foram colocados numa gaiola e daqui a alguns meses estarão prontos a serem consumidos.

 

"Neste momento ainda estamos a meio da produção e só estarão prontos na Primavera do próximo ano, mas está a correr bem e dentro do previsto. Todos os dias aprendemos qualquer coisa e é mais ou menos aquilo que ambicionávamos, ou seja, fazer uma experiência que tenha resultados e que depois se possa utilizar para vir a crescer, e esta é apenas uma pequena experiência inicial".

 

Os peixes desenvolvem-se numa gaiola de dimensões consideráveis e todos os dias têm de ser alimentados. "Este é um processo contínuo e diário, mas na próxima Primavera surgirão os tão desejados resultados, em termos de sobrevivência como também de crescimento, que é uma das partes importantes, mas é um projeto que entendemos ser muito aliciante, que pode ser uma solução futura para atenuar a quebra das pescas nos Açores, principalmente aqui na Ribeira Grande. Se tudo correr bem, vamos aumentar também a produção, envolvendo, de igual modo, o nosso parceiro, a Cooperativa de Pescadores da Ribeira Quente e a população".
 

O projeto é comparticipado em aproximadamente 60% pelo Governo Regional dos Açores e tem apoio do Programa Operacional Açores 2020 - Inovação em Aquicultura, e do Fundo Azul do Mar 2020.
 

Além do peixe, a empresa Aquazor dedica-se igualmente a produzir algas.

 

Fonte: Mar2020

Apresentado novo projeto ‘Surf No Crowd’

Seg, 19/08/2019 - 00:00

Foi recentemente apresentado em Lisboa, o projeto ‘Surf No Crowd’, que promove os melhores spots na Região de Coimbra, uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, com o apoio do Programa Operacional CENTRO 2020.

 

Cantanhede, Figueira da Foz e Mira, são os três concelhos associados ao projeto que posiciona as praias e as condições naturais da Região no panorama nacional e internacional do surf, cujo objetivo passa por potenciar a prática de surf nestas zonas com praias pouco densificadas e exploradas, aliadas a condições de excelência para a prática da modalidade.

 

Distintas pela sua tranquilidade e autenticidade, as praias da Região de Coimbra reúnem as condições ideais para fazer surf, com ondas de grande qualidade à espera para serem surfadas pelos amantes desta modalidade, que terão nestes destinos todo o apoio logístico e de suporte que necessitam, aliado a um ambiente ainda um pouco massificado.

 

Nos últimos anos, tem-se assistido a um fenómeno particular associado à prática do surf na Região de Coimbra, região que, além da beleza natural e da gastronomia, ainda tem muitas potencialidades por descobrir.

 

Nesse sentido, e para promover o surf como estilo de vida entre família e amigos, a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM RC), está a desenvolver o projeto 'Surf No Crowd', cofinanciado pelo Programa Operacional do Centro – CENTRO 2020 e União Europeia através do FEDER, cujo objetivo passa por potenciar a prática de surf em zonas com praias pouco densificadas e exploradas, aliadas a condições de excelência para a prática da modalidade, como as praias dos concelhos de Cantanhede, Figueira da Foz e Mira.

 

Estas praias, o segredo mais bem guardado do surf friendly, vão ser alvo de uma forte campanha de comunicação, desde sinalética específica para identificar o destino, vídeos promocionais e eventos, que para além de trazer reconhecimento a esta região, aumenta a sua notoriedade a nível nacional e internacional.

 

Para impulsionar a projeção destas praias da Região de Coimbra como destino 'Surf no Crowd', a apresentação pública do projeto teve lugar no dia 14 de agosto, às 16h00, no rooftop do Turim Boulevard Hotel, em Lisboa.

 

No lançamento, cuja apresentação esteve a cargo da Luísa Barbosa, além da presença de três embaixadores do “Surf No Crowd”, esteve ainda o Presidente da CIM Região de Coimbra, José Carlos Alexandrino, a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, o Presidente da Entidade Regional Turismo do Centro de Portugal, Pedro Machado, a Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Ana Abrunhosa, representantes dos diferentes municípios da CIM Região de Coimbra e a Ubiwhere, entidade responsável pela execução do projeto.

 

Fonte: Ipress/Centro2020

Projeto PNPG GO promoveu inúmeras atividades com jovens

Seg, 19/08/2019 - 00:00

No âmbito do Projeto PNPG GO, foram promovidas ao longo de mais um ano lectivo inúmeras actividades que envolveram o público escolar.

 

O Projeto PNPG GO (Parque Nacional Peneda-Gerês), financiado pelo Fundo de Coesão da União Europeia através do PO SEUR - Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, promoveu ao longo de mais um ano letivo inúmeras atividades que envolveram o público escolar e que pretenderam sensibilizar os mais jovens para as riquezas do Parque Nacional e ao mesmo tempo envolvê-los na promoção da conservação e proteção da natureza.

Assim, foram realizadas jornadas com a temática da Biodiversidade e dos Habitats do PNPG que contou com a presença de especialistas.

 

De igual modo, os jovens conviveram de perto com a fauna e flora através da realização de vários trilhos pedestres e realizaram várias visitas de estudo a locais de interesse no território do PNPG.

 

Foram também organizados workshops sobre raças autóctones (garranos), sobre a vida nos rios do PNPG e sobre a poluição no PNPG, e várias oficinas de trabalho e concursos de fotografia.

Todas as atividades tiveram como propósito a sensibilização dos alunos para os vários riscos que põem em causa a biodiversidade do PNPG e para os efeitos que os mesmos têm no equilíbrio da fauna, da flora e na vida das pessoas.

 

 

Fonte: CM Terras Bouro/PO SEUR

Sucesso na Educação em 2019 com apoio do PO CH

Qua, 14/08/2019 - 00:00

Os dados divulgados no recentemente lançado Relatório da DGEEC - Educação em números Portugal - 2019 revelam que no ano letivo 2017/2018 cerca de 27 mil formandos concluíram o ensino secundário através do Ensino Profissional e nos cursos científico-humanísticos o número atingiu os 47 mil.

Destaca-se que excetuando as ofertas dos cursos Científico-Humanísticos, as restantes são apoiadas pelo PO CH – Programa Operacional Capital Humano, no âmbito do FSE - Fundo Social Europeu.

 

No início do século, os formandos que concluíram o 12º ano em Cursos Profissionais eram pouco mais de cinco mil. Destaque ainda para os quase 17 mil adultos que em 2017/2018 concluíram o ensino secundário através de cursos de Educação e Formação de Adultos (EFA) e através do Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências nos Centros Qualifica.

 

Em termos de taxa de conclusão* no Ensino Secundário verifica-se que os Cursos Tecnológicos são os que apresentam melhores resultados, com 91,2%, seguidos dos Cursos Profissionais com 77,9% e os cursos Científicos Humanísticos com 74% são os que apresentam a taxa de conclusão mais baixa.

 

O relatório da DGEEC indica ainda que a taxa de retenção e desistência no ensino secundário acontece na sua maioria no último ano do ciclo formativo (12º ano), com predominância nos cursos Científico-Humanísticos – 27,9% no ensino público e nos 13% no ensino privado. Nos Cursos Profissionais a taxa de retenção e desistência situa-se nos 25,1% no ensino público e nos 18% no ensino privado. 

 

Os Alunos matriculados no ensino secundário atinge os 401 050 em 2017/2018, menos 12 mil que no ano 2000/2001 embora durante este período tenham existindo duas trajetórias.

 

Crescente até 2008/2009, anos em se registou o maior número de matrículas com cerca de 498 mil inscritos e decrescente de então para cá.  

 

No ano letivo 2017/2018 estavam inscritos nos cursos Científico-Humanísticos 204 713 alunos, 116 722 no Ensino Profissional, 23 113 nos cursos EFA, 21 869 em Cursos de Aprendizagem e 18 998 em processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências.

Relativamente ao 3.º Ciclo do ensino básico, ano letivo 2017/2018, destaque para os 15 497 formandos matriculados em Cursos de Formação e Educação (CEF), para 11 512 nos cursos EFA e em processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências o número de matriculados atingiu os 10 132. Frequentavam o ensino regular 324 028 alunos.

 

O relatório da DGEEC mostra ainda que as mulheres predominam nos cursos Científico-Humanísticos/Gerais do Ensino Regular - 112 342 -, enquanto o sexo masculino - 85 662 - é o mais representativo no Ensino Vocacional que engloba, entre outros, o Ensino Profissional e os CEF.

 

Nota para o facto do número de mulheres inscritas no Ensino Vocacional - 60 583 – ser quase metade do que as que frequentam os cursos científico-humanísticos/gerais.

 

Consulte aqui:

 

| Educação em números Portugal - 2019

 

 

Fonte: PO CH

COMPETE 2020 apoia Inovação que Inspira

Qua, 14/08/2019 - 00:00

Foi divulgada hoje a Newsletter n.º 215 | Quando os Projetos viram Estrelas , onde pode ficar a conhecer quatro histórias de projetos apoiados pelo Programa Operacional COMPETE 2020 que já conquistaram prémios em 2019.

 

São eles ‘Portuguese Jewellery Newborn’, ‘Sublime Comporta’, ‘Picasso’ e ‘Regeneração ITV’.

 

Conheça melhor estes projetos:

 

Portuguese Jewellery Newborn finalista dos European Enterprise Promotion Awards

O projeto Portuguese Jewellery Newborn promovido pela AORP Associação Ourivesaria  - que contou com o apoio do COMPETE 2020 - é finalista dos European Enterprise Promotion Awards (EEPA)  e vai representar Portugal na final internacional que decorrerá em Helsínquia.

 

Sublime Comporta distinguido como "Melhor Villa Resort em Portugal"

Considerados os "Óscares" do Turismo, os World Travel Awards premiaram, na edição de 2019, o Sublime Comporta na categoria Portugal’s Leading Villa Resort 2019. Um projeto cofinanciado pelo COMPETE 2020 que “nasceu como uma casa de campo com apenas 14 quartos e evoluiu para um Hotel - Apartamento na categoria de 5*”, comenta o proprietário e mentor.

 

Picasso: Projeto da Tintex distinguido com Techtextil Innovation Award

Uma das empresas portuguesas mais premiadas internacionalmente, trouxe para Portugal o maior prémio mundial de inovação têxtil. Falamos do projeto “Picasso”, cofinanciado pelo COMPETE 2020, que desenvolveu um processo de tingimento sustentável e venceu o Techtextil Innovation Award na categoria de “Sustentabilidade”.

 

ATP distinguido com um European Enterprise Promotion Awards com o projeto Regeneração ITV

Este ano, a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal foi distinguida com o EEPA na categoria Promoção do Espírito de Empreendedorismo, com o projeto Regeneração ITV – Promover o Empreendedorismo Inovador, Qualificado e Criativo na fileira Têxtil e Vestuário.

 

Descubra mais, consultando a Newsletter n.º 215 | Quando os Projetos viram Estrelas divulgada hoje.

 

Fonte: Compete 2020

 

Madeira 14-20 lança Aviso Empreender 2020 II

Ter, 13/08/2019 - 00:00

O Programa Operacional Madeira 14-20 lançou o Aviso de concurso Empreender 2020 II - Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo da Região Autónoma da Madeira, com candidaturas até 12 de novembro.

 

Este Aviso de concurso tem como objetivo específico apoiar a dinamização do investimento privado e a criação de emprego materializados em projetos de inovação-produto.

 

Enquadra-se no Eixo Prioritário 3 do Programa - Reforçar a Competitividade das Empresas e tem como Prioridade de investimento a promoção do espírito empresarial, facilitando nomeadamente o apoio à exploração económica de novas ideias e incentivando a criação de novas empresas, inclusive através de viveiros de empresas

 

DATA DE ABERTURA: 12 de agosto de 2019

DATA DE FECHO: 12 de novembro de 2019

 

Consulte aqui o AVISO FEDER M1420-51-2019-28.

 

Fonte: Madeira14-20

Sessão sobre Financiamento no H2020 para Inteligência Artificial

Ter, 13/08/2019 - 00:00

No próximo dia 3 de setembro, a ANI vai estar presente na EPIA 2019 – Conference on Artificial Intellingence, a apresentar as oportunidades de financiamento para a Inteligência Artificial no Programa Horizonte 2020 (H2020).

 

O encontro, promovido pelo GPPQ - Gabinete do Programa Quadro de I&DT, tem lugar pelas 16:30, no Auditório 2, do Edifico da Reitoria, da UTAD em Vila Real.

 

A participação na sessão é gratuita, mas requer INSCRIÇÃO.

 

Se quiser participar nas restantes sessões da conferência consulte mais informação.

 

Participe!

 

Fonte: GPPQ

Jornadas Europeias do Património 2019

Ter, 13/08/2019 - 00:00

Entre agosto e outubro, acontecem mais de 70.000 eventos culturais por toda a Europa nas Jornadas Europeias do Património 2019.

 

Em Portugal, o evento assinala-se de 27 a 29 de setembro, com um PROGRAMA diversificado e descentralizado.

 

Com o tema “Artes e Lazer”, as Jornadas Europeias do Património 2019 (#EHDs), uma iniciativa conjunta da Comissão Europeia e do Conselho da Europa desde 1999, apoiada pelo Programa Europa Criativa, estão a decorrer em toda a Europa.

 

Envolvendo mais de 70.000 eventos, as Jornadas Europeias do Património são o principal evento cultural participativo do continente europeu. Apresentam o valor do nosso património comum, salientando a necessidade de o conservar para as gerações atuais e futuras.

 

As atividades incluem, por exemplo, festivais, exposições, aulas de artesanato, conferências e visitas guiadas.

 

Desde os espetáculos de rua às salas de concerto, passando por teatros, museus ou cinemas, o património artístico europeu subirá aos palcos regionais, nacionais e europeus.

 

 

Fonte: CE

 

Candidaturas abertas ao INOV Contacto 2019

Ter, 13/08/2019 - 00:00

As candidaturas aos Estágios Internacionais INOV Contacto 2019 vão estar abertas das 10 horas de 10 de setembro às 10 horas de 10 de outubro de 2019.

 

Não deixe a preparação para a última: saiba AQUI o que é necessário para fazer a candidatura.

 

Para fazer a candidatura ao INOV Contacto apenas precisa dos seguintes documentos:

 

  • Certificado de habilitações (diploma de licenciatura);
  • Certificado de inglês;
  • CV Europass em português;
  • CV Europass em inglês.

 

Existem no entanto alguns requisitos que esta a documentação precisa de cumprir para ser válida na candidatura INOV Contacto

 

Leia os Requisitos de Candidatura e as FAQ com atenção.

 

Para eventuais esclarecimentos, o email de contacto é o seguinte: inovcontacto@portugalglobal.pt

 

Comece já a preparar a inscrição ao INOV Contacto para garantir o sucesso da candidatura a um estágio internacional.

 

Mais informações disponíveis aqui.

 

 

Fonte: AICEP Portugal Global

NORTE 2020 lança novos concursos para municípios com PEDU

Seg, 12/08/2019 - 00:00

O Programa Operacional NORTE 2020 lançou três novos concursos dirigidos a municípios com PEDU - Planos Estratégicos de Desenvolvimento Urbano, que apostem na revitalização das cidades e dos espaços públicos, na regeneração física, económica e social das comunidades desfavorecidas e na mobilidade urbana

 

Este apoio é canalizado para os centros urbanos de maior dimensão e decorre da existência de um número significativo de investimentos previstos nos PEDU que ainda não apresentaram candidatura ao financiamento do NORTE 2020.

 

A 31 de maio estava aprovado um apoio de mais de 276 milhões de Euros em 353 projetos em curso.

 

AVISOS LANÇADOS:

 

| NORTE-16-2019-28 - Revitalização das cidades e dos espaços públicos

| NORTE-43-2019-29 - Regeneração física, económica e social das comunidades desfavorecidas

| NORTE-06-2019-27 - Mobilidade urbana

 

Os documentos dos concursos, que decorrem até 15 de outubro, encontram-se disponíveis  na página Concursos Abertos na área Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (NORTE-06-2019-27 e NORTE-16-2019-28) e na área Inclusão Social e Emprego (NORTE-43-2019-29).

 

 

Fonte: NORTE2020

Consulta Pública sobre o Apoio da UE ao Emprego dos Jovens

Seg, 12/08/2019 - 00:00

Até dia 16 de agosto está em curso uma Consulta Pública lançada pela Comissão Europeia sobre a Avaliação do Apoio da União Europeia ao Emprego dos Jovens, no âmbito da Iniciativa para o Emprego dos Jovens e do Fundo Social Europeu.

 

São convidados a participar nesta consulta todos os cidadãos e organizações, em especial:

 

Jovens, nomeadamente jovens que não estudam, não trabalham, nem frequentam uma formação, quer recebam ou não apoio do Fundo Social Europeu ou da Iniciativa para o Emprego dos Jovens;

Organizações envolvidas na gestão dos Programas Operacionais  e na execução de operações do Fundo Social Europeu ou da Iniciativa para o Emprego dos Jovens;

Outras organizações que representem jovens ou com eles trabalhem, ou que desenvolvam atividades a nível da UE, nacional ou local no domínio do apoio ao emprego e das políticas ativas do mercado de trabalho.

 

Poderão fazê-lo através do preenchimento de um QUESTIONÁRIO online.

 

O Objetivo desta Consulta Pública é de, por um lado, dar conta dos resultados das ações tomadas em prol do emprego dos jovens no período de 2014/2018 e de, por outro lado, fornecer orientações para o próximo período de programação, que tem início em 2021, sobre como e quando o apoio se revelou mais eficaz na contribuição para o emprego dos jovens.

 

Os Resultados desta consulta serão analisados e resumidos num relatório de síntese a publicar no sítio web da DG Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão.

 

Fonte: CE

Portugal já recebeu de Bruxelas mais de 9 mil ME até junho no âmbito do PT 2020

Seg, 12/08/2019 - 00:00

A Comissão Europeia já transferiu para Portugal, até ao final de junho, 9.068 milhões de euros, como resultado das execuções financiadas pelos fundos da União Europeia afetos ao Portugal 2020 (PT 2020), mais de um terço do valor programado.

 

De acordo com o último Boletim Informativo dos Fundos da União Europeia, "até ao final de junho de 2019, foram transferidos 9.068 milhões de euros para Portugal pela Comissão Europeia (CE), como resultado da execução das operações financiadas pelos fundos europeus afetos ao Portugal 2020. A CE já transferiu para Portugal mais de um terço do valor programado no Portugal 2020 (34,8%)".

 

De acordo com este documento, Portugal mantém-se como o país que recebeu o maior montante de pagamentos entre os Estados-membros com envelopes financeiros acima de sete mil milhões de euros.

 

Fonte: AD&C/Boletim Fundos UE/Lusa

Páginas