Portugal 2020

Subscreva feed Portugal 2020
Actualizado: há 32 minutos 22 segundos atrás

Webinar AD&C | ‘A Capacitação no Ecossistema das Políticas Estruturais’

Qui, 08/04/2021 - 00:00

A AD&C - Agência para o Desenvolvimento e Coesão, I.P. vai realizar no próximo dia 13 de abril, pelas 14h30, o webinar ‘A CAPACITAÇÃO NO ECOSSISTEMA DAS POLÍTICAS ESTRUTURAIS’

 

Este evento insere-se no âmbito dos trabalhos de elaboração do ‘Roteiro para a Capacitação do Ecossistema dos Fundos da Política de Coesão para o período 2021-2027’.

 

O Roteiro permitirá conhecer as necessidades, os desafios e as experiências, mas também encontrar soluções que melhorem a preparação técnica dos intervenientes e reforcem a capacitação na gestão, de forma a melhorar a boa implementação dos fundos e a utilizá-los de forma ainda mais eficaz ao longo do ciclo de investimentos.

 

A sessão terá um PRIMEIRO PAINEL dedicado à importância da capacitação administrativa nas políticas estruturais e contará com a intervenção de um perito internacional.

 

O SEGUNDO PAINEL centra-se nos trabalhos em curso sobre o Roteiro Nacional para a Capacitação do Ecossistema dos Fundos da Política da Coesão, e conta com a participação de personalidades que irão partilhar a sua própria reflexão sobre a temática.

 

Consulte o PROGRAMA do evento.

 

CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

 

A participação será assegurada através da plataforma ZOOM, com o acesso a ser efetuado através do LINK enviado para o seu endereço de email, após efetuar a INSCRIÇÃO GRATUITA AQUI até às 19h00 de 12 de abril, 2ª feira.  

 

PARTICIPE!

 

 

Fonte: AD&C

Fábrica do Futuro vai ser construída com apoio de Fundos UE

Qui, 08/04/2021 - 00:00

Vai ser construída uma Fábrica do Futuro com antenas para automação, em parceria com a UTAD - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e com o apoio do Programa Operacional COMPETE 2020.

 

O projeto de investigação promovido pela Continental já foi aprovado, segundo anunciou esta quarta-feira o primeiro-ministro António Costa, numa visita à UTAD.

 

“O Compete aprovou um novo financiamento de uma parceria da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro com a Continental, que vai permitir o desenvolvimento de uma outra área de investigação fundamental para o futuro, que é o desenvolvimento de um projeto da Continental quanto à produção da fábrica do futuro, uma fábrica assente no desenvolvimento de antenas fundamentais para automação da própria fábrica”, explicou o ministro.

 

Esta nova parceria segue-se a uma outra, com o Centro IKTS da Fraunhofer em Dresden para a instalação de um centro Fraunhofer em Vila Real, que prevê um programa de atuação de cooperação estratégica no domínio da agricultura de precisão, nomeadamente nas áreas do vinho e da vinha.

 

 

Fonte: UTAD/RTP3

No Dia Internacional dos Ciganos conheça a estratégia da UE

Qui, 08/04/2021 - 00:00

No Dia Mundial dos Ciganos que se celebra hoje, 8 de abril, conheça o novo Quadro Estratégico da UE relativo aos Ciganos, a maior comunidade minoritária da Europa.

 

Os ciganos situam-se entre 10 e 12 milhões de pessoas na União Europeia e na região do alargamento. Embora a sua situação tenha melhorado, principalmente no domínio da Educação, a Europa ainda tem muito por fazer para alcançar uma verdadeira igualdade para os ciganos.

 

O novo Quadro estratégico da UE relativo aos ciganos contribui diretamente para a execução do Plano de Ação da UE contra o Racismo 2020-2025 e faz parte do compromisso da presidente Ursula von der Leyen para uma União da Igualdade.

 

A igualdade dos ciganos foi também debatida na primeira Cimeira Europeia contra o Racismo.

 

Mais informações na Declaração completa de Věra Jourová, vice-presidente dos Valores e Transparência, Helena Dalli, comissária da Igualdade, e Olivér Várhelyi, comissário da Vizinhança e Alargamento, que assinala este Dia Internacional dos Ciganos.

 

 

Fonte: CE

 

Projeto ‘Rede Interior’ vai levar cultura a sete municípios

Qua, 07/04/2021 - 00:00

A Companhia de Teatro ASTA, da Covilhã, coordena uma nova rede itinerante de intervenção cultural que vai levar dezenas de espetáculos a sete municípios dos distritos de Castelo Branco e da Guarda, com apoio de Fundos UE.

 

O projeto  ‘Rede Interior’ é cofinanciado pelo Programa Operacional CENTRO 2020, tendo como entidade líder executora a ASTA - Teatro e Outras Artes, e como entidades parceiras os municípios de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia.

 

A nova rede itinerante cultural tem como objetivo desenvolver uma programação artística e cultural integrada no território constituído pelos municípios de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia, com o intuito de promover e valorizar o património histórico-cultural e sensibilizar a comunidade a participar ativamente na afirmação destes territórios.

 

Segundoos promotores do projeto, "será entre castelos, anfiteatros ao ar livre, jardins, escadarias, teatros, praças e largos" que a companhia profissional da Covilhã - ASTA, juntamente com os municípios envolvidos, apresentará "dezenas de espetáculos de dança, teatro e artes circenses".

 

As apresentações de teatro, dança e circo contemporâneo terão lugar em dois dias consecutivos, por forma a contribuir para a oferta e animação cultural da região e aumento dos fluxos turísticos e consequente tempo de permanência de quem visita os territórios.

 

No âmbito do projeto, que começa em junho e terá a duração de 18 meses, serão apresentados 14 espetáculos itinerantes e propagadores da identidade e do património natural e cultural do território, catalisadores da participação da comunidade local.

 

“Esta é uma Rede Cultural diferenciadora não só pelo cariz itinerante dos espetáculos na criação de iniciativas culturais fortemente ligadas ao território, mas também pelo seu cariz social de apoio e capacitação dos agentes de cultura locais, que há muito se debatem contra os constrangimentos da crise pandémica", segundo a organização.

 

Paralelamente à rede de artes performativas itinerante será criada uma Rede Interior Virtual de visitação itinerante aos espaços patrimoniais dos municípios abrangidos, através de visitas com recurso à realidade aumentada.

 

 

Fonte: Lusa/Asta

Projeto de Lavandaria Social promove emprego de pessoas com deficiência

Qua, 07/04/2021 - 00:00

O Centro de Reabilitação e Integração de Fátima (CRIF), que dá apoio a crianças e adultos portadores de deficiência intelectual, prevê abrir em maio uma Lavandaria Social para promover a empregabilidade no mercado de trabalho.

 

A Lavandaria Social de Fátima, investimento de 210.956 euros no âmbito do Iniciativa Portugal Inovação Social, tem um financiamento de 70% do PO ISE - Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, sendo os restantes 30% suportados por diversas empresas e Câmara de Ourém.

 

“O objetivo último é promover a empregabilidade, autonomia e inserção de pessoas com deficiência, mental ou física, no mercado de trabalho”, de acordo com a coordenadora do projeto, Sandra Reis. A ideia “já estava em mente há algum tempo”, tanto mais que o CRIF “tinha uma lavandaria própria, mas, com o crescimento da instituição, revelou-se pequena”.

 

A coordenadora esclareceu que a lavandaria vai permitir a criação de dois a três postos de trabalho, pessoas com deficiência, externas à instituição e o projeto da contempla, também, ações de capacitação.

 

“Neste momento, estamos a receber do exterior oito pessoas, com deficiência mental ou física, que estão em ações de capacitação, para receberem conhecimentos e reforço de competências que potenciem a sua autoestima, valorizem a sua vertente pessoal e profissional, que lhes dê mais autonomia e melhore a sua qualidade de vida, tornando-as mais participativos”, afirmou Sandra Reis.

 

“As oito pessoas têm mais de 18 anos e estão desempregadas, sem resposta laboral na comunidade”, observou Sandra Reis, explicando que, “em simultâneo, o CRIF está a sensibilizar o tecido empresarial para poder vir a acolher estas pessoas no mercado de trabalho, no sentido de oferecer uma tarefa compatível com as suas competências”.

 

A lavandaria social de Fátima inclui, ainda, o aspeto ambiental e quer promover a reciclagem e reutilização de têxteis, através da criação de peças.

 

As pessoas podem no futuro entregar têxteis, como peças de roupa pessoais ou de casa, que serão transformadas quer pelos beneficiários do projeto, quer pelos utentes do CRIF, ao encontro da política da instituição de promover a economia circular, sem fins comerciais.

 

A obra já está praticamente concluída e prevê-se que a lavandaria social entre em funcionamento em maio, com serviços de lavandaria, engomadoria, tinturaria e limpeza a seco, nas instalações da instituição, concelho de Ourém, distrito de Santarém.

 

Fonte: Lusa/Crif

APOIAR já pagou 685 milhões de euros às Empresas

Qua, 07/04/2021 - 00:00

O Programa APOIAR já aprovou 927 milhões de euros de apoio, dos quais 685 milhões já foram pagos às empresas, sobretudo nos setores mais afetados pela pandemia.

 

O aníncio foi feito pelo Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, durante a intervenção na audição conjunta das comissões de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação e de Trabalho e Segurança Social.

 

Foi ainda sublinhado que, a partir de dezembro de 2020, começou-se a ser capaz de apoiar custos fixos não salariais dirigidos a um número alargado de empresas.

 

“Temos aprendido com a execução destes programas e temos ido alargando e reforçando as medidas ao longo do tempo. Desde que lançámos o Programa Apoiar a 25 de novembro, já o alargámos aos empresários em nome individual, em regime simplificado, com ou sem trabalhadores a cargo, pudemos dirigir a empresas que tinham capitais próprios negativos em 2019, que tinham dívidas à Segurança Social e à Autoridade Tributária, dando-lhes a oportunidade da regularização, alargámos o apoio a rendas a outras formas contratuais e prorrogámos a redução de rendas em conjuntos comerciais”, acrescentou.

 

Foi ainda referido que as linhas de crédito com garantia de Estado já concederam às empresas cerca de 8,5 mil milhões de euros de empréstimos, com cerca de 63 mil empresas apoiadas desde o início da crise.

 

 

Fonte: República Portuguesa

Webinar AD&C | 'A Capacidade Administrativa no Ecossistema das Políticas Estruturais'

Qua, 07/04/2021 - 00:00

No próximo dia 13 de abril, entre as 14h30 e as 16h30, realiza-se o webinar ‘A Capacidade Administrativa no Ecossistema das Políticas Estruturais’ no âmbito dos trabalhos de preparação do Portugal 2030.

 

Promovido pela AD&C - Agência para o Desenvolvimento e Coesão, IP, o webinar, conta com a intervenção de um perito internacional e com uma apresentação relacionada com a elaboração do ‘Roteiro para a Capacitação do Ecossistema dos Fundos da Política de Coesão para o período 2021-2027’, num momento decisivo para a programação do Portugal 2030.

 

A participação é assegurada através da plataforma ZOOM e o acesso será feito através do link enviado para o seu endereço de email, após efetuada a inscrição.

 

Consulte o PROGRAMA do evento e efetue a sua INSCRIÇÃO GRATUITA até às 19h00 de segunda-feira, 12 de abril.

 

A inscrição está limitada a 1 pessoa por entidade.

 

PARTICIPE!

 

 

Fonte: AD&C

Candidaturas abertas ao Programa Garantir Cultura

Qua, 07/04/2021 - 00:00

O Programa Garantir Cultura (Tecido Empresarial) lançou o AVISO N.º 09/SI/2021 com candidaturas abertas de 6 de abril até ao esgotamento da dotação.

 

O Programa apoia o financiamento de atividades de criação ou programação culturais dirigidas ao público, incluindo atividades relativas a projetos que, em virtude do decretamento de medidas restritivas no contexto do surto epidemiológico da doença COVID-19, tenham ficado suspensos e cuja execução possa ser retomada.

 

Incentivam-se assim, as atividades cultural e artística, em particular a criação e programação culturais, num contexto de mitigação dos impactos negativos sobre a atividade das empresas do tecido cultural decorrentes das medidas de proteção de saúde pública de combate à pandemia COVID-19.

 

Este apoio abrange todas as regiões NUTS II do Continente: Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve e destina-se a micro, pequenas e médias empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, incluindo empresários em nome individual com contabilidade organizada.

 

Esclareça as suas dúvidas nas FAQ do Garantir Cultura.

 

Saiba mais aqui.

 

 

 

Fonte: Compete 2020

NORTE 2020 aposta forte no financiamento à Ciência

Qua, 07/04/2021 - 00:00

Foi ontem apresentado, em sessão pública,  um dos mais robustos pacotes de sempre de apoio às infraestruturas científicas e a projetos de Investigação & Desenvolvimento na região Norte, ao abrigo do Programa Operacional NORTE 2020.

 

Ao todo, estão aprovados ou em fase final de aprovação, um conjunto de financiamentos da União Europeia que ascende a 61 milhões de euros, num investimento total de 72 milhões, a realizar até 2023.

 

Neste conjunto, destacam-se os investimentos em oito infraestruturas científicas da região, com um volume de financiamento comunitário superior a 30 milhões de euros.

 

Entre esses está o 'CENTRO COMPREENSIVO DO CANCRO DO PORTO' (P.CCC), que agregará o Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto e o i3S Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto, tendo por objetivo promover a investigação e inovação de ponta e transformar o futuro dos cuidados oncológicos, através da disponibilização de produtos para o rastreamento, diagnóstico e terapia do cancro.

 

Os restantes projetos deste pacote dizem respeito a:

 

  • INFRAESTRUTURAS PARA INVESTIGAÇÃO DA QUÍMICA BIOLÓGICA E A GENÉTICA | Instituto de Biologia Molecular e Celular, IBMC

 

  • COMPUTAÇÃO AVANÇADA E A INVESTIGAÇÃO EM RECURSOS MICROBIANOS | Universidade do Minho

 

  • DESENVOLVIMENTO DA MICROSCOPIA AVANÇADA PARA AS CIÊNCIAS DA SAÚDE | Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, INL

 

  • INVESTIGAÇÃO EM NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO | Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

 

  • DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA O TRATAMENTO DE NUTRIENTES, ÁGUA E ENERGIA | Fraunhofer Portugal

 

  • DIGITALIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO CLÍNICA NO NORTE DE PORTUGAL | Centro Clínico Académico, este último em fase final de aprovação

 

Também no pipeline de aprovação, em fase final de análise, encontra-se o projeto 'BIOPOLIS', promovido pelo ICETA – Instituto de Ciências, Tecnologias e Agroambiente da Universidade do Porto, para a criação de um centro de excelência em biologia ambiental, Ecossistemas e agrodiversidade, investimento que ascende a 13 milhões de euros, com um financiamento de 11 milhões.

 

No evento de apresentação, que contou com a participação da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, e do Ministro da Ciência e Tecnologia, Manuel Heitor, o Presidente da CCDR-N, António Cunha, destacou que “a Ciência é hoje um pilar do desenvolvimento regional do Norte”.

 

Para António Cunha “há hoje um consenso regional quanto ao papel da Ciência no desenvolvimento do Norte. O futuro da região passa também por aqui”, sustentou, “pelo que o próximo programa operacional regional deve continuar a assumir esta vocação de fortalecimento das instituições de ciência e, como decantação da mesma, uma forte aposta estratégica num Sistema Regional de Inovação autónomo.”

 

Consulte AQUI:

 

| DOSSIER DE IMPRENSA

 

| REGISTO VÍDEO DA SESSÃO

 

 

 

Fonte: CCDRN

 

Sessão online sobre ‘Uma Nova Geração de Políticas Urbanas’

Ter, 06/04/2021 - 00:00

No próximo dia 15 de abril realiza-se, em formato digital, o Policy Lab intitulado ‘Uma Nova Geração de Políticas Urbanas - A New Generation of Urban Policies.

 

A iniciativa resulta da colaboração entre o EUKN - European Urban Knowledge Network e a Direção-Geral do Território, no âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.

 

O evento, que se realiza entre as 13h00 e as 16h00 tem três objetivos centrais:

 

  • Identificar as características e desafios de uma nova geração de políticas urbanas que exigem o reforço da coerência das políticas e sua integração

 

  • Disponibilizar aos Estados Membros uma plataforma de aprendizagem sobre processos de governança eficazes que ajudam a alcançar esse reforço da coerência das políticas e sua integração

 

  • Utilizar a Economia Circular como um exemplo de boa prática da nova geração de políticas urbanas

 

Neste âmbito será apresentada a InC2 - Iniciativa Nacional Cidades Circulares, como caso de estudo no contexto da nova geração de políticas urbanas.

 

O Policy Lab irá explorar abordagens inovadoras às políticas urbanas, que promovam a coerência e a integração.

 

Destina-se sobretudo a agentes da administração pública envolvidos no desenvolvimento urbano de cidades à escala local, regional e nacional.

 

Conheça o PROGRAMA e INSCREVA-SE AQUI.

 

Saiba mais sobre os Policy Labs da EUKN.

 

 

 

Fonte: URBACT/EUKN

 

 

Municípios recebem bicicletas eléctricas através do projeto EnerNETMob

Ter, 06/04/2021 - 00:00

Os municípios de Palmela, Setúbal e Sesimbra receberam bicicletas eléctricas que vão permitir testar as vantagens de modos sustentáveis de mobilidade, no âmbito do projeto europeu EnerNETMob.

 

O EnerNETMob  tem como objetivo criar uma rede inter-regional de mobilidade eléctrica, garantindo a ligação entre cidades e regiões mediterrânicas, através do desenvolvimento de diversas ações.

 

O projeto é desenvolvido pela ENA - Agência de Energia e Ambiente da Arrábida, em parceria com 11 países, e cofinanciado pelo FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do Programa de Cooperação Europeia INTERREG Mediterranean.

 

A ação piloto desenvolvida pela ENA incide na logística urbana e inclui a instalação nos municípios de Setúbal, Palmela e Sesimbra de três postos de carregamento rápido, que permitem carregar veículos elétricos em menos de trinta minutos, com o objetivo de promover o transporte urbano sustentável e contribuir para a transição energética e a descarbonização do território.

 

É igualmente no âmbito desta iniciativa que a ENA disponibiliza uma carrinha e uma bicicleta à aicep Global Parques e um total de oito viaturas elétricas, concretamente seis bicicletas e-cargo, a repartir pelas câmaras municipais de Setúbal, Palmela e Sesimbra, o que permite testar, nas suas deslocações, as vantagens de modos sustentáveis de mobilidade.

 

 

Fonte: ENA/EnerNETMob

Fundo Europeu para os Media e Informação recebe primeira contribuição

Ter, 06/04/2021 - 00:00

O Fundo Europeu criado pela Fundação Gulbenkian e pelo IUE - Instituto Universitário Europeu, destinado a apoiar projetos de literacia digital e verificação de factos, vai receber uma contribuição da Google de 25 milhões de euros.

 

O Fundo, que vai atuar no combate à desinformação global em todos os países da Europa, incluindo a União Europeia, EFTA e Reino Unido, recebe agora a primeira contribuição da multinacional fundada nos Estados Unidos, em 1998.

 

O Fundo vai atribuir subsídios a investigadores, entidades sem fins lucrativos e outras que se empenham em combater a desinformação e que solicitem apoio para iniciativas de verificação de factos ou de literacia digital. Vai também atribuir bolsas individuais a jovens estudantes, académicos, investigadores e decisores nestas áreas.

 

Criado a 24 de março, o Fundo Europeu para os Media e Informação está aberto à contribuição de outros doadores, que não terão qualquer intervenção direta no Fundo, estando previsto apenas um reporte anual, com apresentação pública, dirigido aos financiadores e ao público em geral.

 

O Fundo Europeu para os Media e Informação coloca a Fundação e o Instituto Universitário Europeu de Florença no centro dos esforços para responder aos desafios da era digital, que têm causado sérias ameaças à democracia. O aumento da desinformação pede respostas eficazes que levem à identificação das técnicas, agentes e vetores usados na sua disseminação.

 

A gestão partilhada deste projeto atribui ao EDMO - Observatório Europeu de Media Digital (da School of Transnacional Governance do IUE) as componentes académica, ética e de avaliação de projetos e à Fundação a sua gestão administrativa e financeira.

 

As duas organizações já tinham assinado, no ano passado, um memorandum de entendimento no sentido de estimular a cooperação em áreas de interesse comum.

 

Saiba mais AQUI.

 

 

Fonte: CalousteGulbenkian/IUE

NORTE 2020 vai investir mais de 60 milhões de Euros em Ciência

Ter, 06/04/2021 - 00:00

A investigação científica e clínica sobre o cancro é um dos maiores projetos financiados pelo Programa Operacional NORTE 2020, que são hoje apresentados pela CCDR-N - Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, na sessão pública ‘Novos Investimentos em Ciência na Região Norte’.

 

Pelas 16H30, o Presidente da CCDR-N, António Cunha, apresentará o pacote de financiamentos a projetos de investimento de instituições do sistema científico e tecnológico da Região Norte, viabilizados por fundos da União Europeia do NORTE 2020.

 

A investigação na luta contra o cancro, a valorização do agroalimentar, a microscopia e a computação avançada estão entre as áreas científicas abrangidas pelo conjunto dos investimentos, distribuídos entre infraestruturas científicas e projetos de Investigação & Desenvolvimento.

 

Ao todo, a CCDR-N tem aprovados ou em fase final de aprovação um conjunto de financiamentos comunitários que ascende a 61 milhões de euros, num investimento total de 72 milhões, a realizar até 2023.

 

O evento conta com a participação da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, e do Ministro da Ciência e Tecnologia, Manuel Heitor.

 

 

Fonte: CCDRN

 

 

 

 

Norte de Portugal e Galiza apostam na produção de patentes conjuntas

Ter, 06/04/2021 - 00:00

A primeira convocatória do Programa IACOBUS Patentes está aberta até ao dia 30 de abril com uma dotação financeira de 40 mil Euros, para impulsionar a obtenção de patentes conjuntas, de investigadores da Galiza e do Norte de Portugal, vinculados a universidades e instituições de ensino superior da Eurorregião.

 

As candidaturas poderão ser apresentadas sob a forma de solicitações de patente ou a concessões do certificado (título de registro da patente), realizadas conjuntamente entre, pelo menos, um inventor de uma instituição da Região Norte e outro inventor de uma instituição galega, até 31 janeiro de 2021.

 

O apoio concedido irá até um máximo de 4 mil Euros por patente ou por solicitação de patente, repartidos a 50 por cento entre as instituições dos dois candidatos.

 

Com esta nova iniciativa, o AECT - Agrupamento Europeu de Cooperação Territrial Europeia da Eurorregião pretende:

 

  • Favorecer o grande esforço de valorização económica necessário para a investigação de novos produtos ou serviços com aplicação industrial;

 

  • Estimular a proteção internacional da tecnologia, assim como fomentar a proteção das invenções portuguesas e galegas através de patentes;

 

  • Contribuir para a melhoria da competitividade das instituições na procura de mercados internacionais;

 

  • Impulsionar a presença da Eurorregião Galicia - Norte de Portugal no âmbito das listas de pedidos de patentes internacionais e, dessa forma, promover a sua notoriedade nas redes de atração de capital risco de base tecnológica.

 

O Programa IACOBUS tem como objetivo principal fomentar a cooperação e o intercâmbio entre os recursos humanos de Universidades, instituições de ensino superior e centros tecnológicos da Euroregião Galicia – Norte de Portugal - Professores; Investigadores; Pessoal de Administração e Serviços (PAS); Gestores da Inovação; Técnicos de I+D+i, facilitando a partilha de atividades formativas, de investigação e de divulgação. 

 

Para mais informações sobre as candidaturas consulte o site do IACOBUS.

 

 

 

Fonte: Iacobus/CCDRN

PDR 2020 apoia com 15 milhões renovação do Parque de Tratores Agrícolas

Seg, 05/04/2021 - 00:00

O Programa Operacional PDR 2020 abriu candidaturas ao Aviso de concurso ‘Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola - Renovação do Parque de Tratores Agrícola’, com uma dotação de 15 milhões de euros, e um prazo de dois meses à data da publicação.

 

O objetivo é apoiar a aquisição de tratores e, consequentemente, melhorar as condições de vida, de trabalho e de produção dos agricultores, contribuir para o processo de modernização das empresas do setor agrícola e aumentar a segurança dos operadores de máquinas agrícolas e melhorar a eficiência energética dos equipamentos.

 

A dotação deste Aviso será integralmente financiada pelo pacote Next Generation EU, aprovado para o PDR 2020 - Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020, na componente que pretende promover o desenvolvimento económico e social nas zonas rurais e contribuir para uma recuperação económica resiliente, sustentável e digital, em consonância, nomeadamente, com os objetivos agrícolas, ambientais e climáticos.

 

O anúncio foi feito pela Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, numa conferência de imprensa que contou ainda com as presenças da Secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, e do Secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Rui Martinho.

 

Pretende-se que o processo de submissão e seleção de candidaturas decorra de forma ágil e rápida, sendo as operações aprovadas e executadas no regime de custos simplificados.

 

“Queremos que, desta forma, a aquisição dos novos tratores possa ocorrer no mais curto espaço de tempo. Queremos reduzir a carga administrativa quer junto dos promotores, na elaboração da candidatura e submissão dos pedidos de pagamento, quer ao nível da Administração Pública, nas várias fases do processo de análise, aprovação e controlo administrativo das candidaturas e pedidos de pagamento”, esclareceu a Ministra da Agricultura que sublinhou, ainda, que "as candidaturas apresentadas por detentores do Estatuto da Agricultura Familiar e por beneficiários cujas explorações agrícolas se situem maioritariamente em zonas de territórios vulneráveis e em zonas desfavorecidas de montanha serão objeto de discriminização positiva na valorização dos critérios de seleção".

 

Uma das principais causas de acidentes mortais com tratores agrícolas é o capotamento durante a realização de trabalhos agrícolas ou resultante de acidente rodoviário, associado à não utilização do arco de proteção e do cinto de segurança.

 

Estima-se que mais de 80 000 tratores não tenham estas estruturas de segurança, sendo a proteção anti-capotamento fundamental para concretizar o objetivo de reduzir o número de mortes por este tipo de sinistralidade.

 

Assim, esta medida, para além de enquadrada nas metas identificadas no âmbito da Agenda de Inovação "Terra Futura", resulta ainda das conclusões que têm vindo a ser alcançadas no contexto do Grupo de Trabalho formado para análise da sinistralidade com tratores e para definição de ações, criado conjuntamente pelas áreas governativas da Administração.

 

 

Fonte: PDR2020/Rep. Portuguesa

 

 

LEGOS, projeto inovador para a inclusão social no Algarve

Seg, 05/04/2021 - 00:00

O Programa Operacional CRESC Algarve 2020, aprovou a candidatura do Projeto LEGOS, uma abordagem local inovadora de desenvolvimento social, para prestação de auxílio à população que se encontra em risco de exclusão social, e situação de sem-abrigo.

 

Esta candidatura foi apresentada em parceria por instituições da região, com o apoio dos Municípios e respetivos NPISA - Núcleos Locais para a Integração de Pessoas em Situação de Sem-Abrigo.

 

A abordagem promovida pela parceria, constituída em torno do Projeto LEGOS, constitui uma abordagem local inovadora de promoção de estratégias locais de inclusão ativa, prosseguindo respostas no âmbito na Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas em Situação de Sem-Abrigo.

 

O Projeto LEGOS é desenvolvido por cinco entidades beneficiárias parceirasMAPS – Movimento de Apoio à Problemática da Sida, que assume a coordenação da parceria; GATO – Grupo de Ajuda a Toxicodependentes; CASA – Centro de Apoio aos Sem-Abrigo; GRATO – Grupo de Apoio aos Toxicodependentes; APF – Associação para o Planeamento da Família.

 

Estas instituições que já estavam no terreno e em ações de apoio aos sem-abrigo juntaram agora esforços para criar sinergias e assim intervir, de forma articulada nos sete concelhos da Região que possuem NPISA: Albufeira, Faro, Lagos, Loulé, Portimão, Tavira e Vila Real de Santo António.

 

O Projeto LEGOS contempla, de acordo com as necessidades dos concelhos, as três ações elegíveis no âmbito do Aviso, nomeadamente:

 

  • A criação de equipas que assegurem o acompanhamento psicossocial e o acesso aos recursos existentes na comunidade, bem como a respostas integradas dirigidas a pessoas em risco de exclusão social, nomeadamente em situação de sem-abrigo;

 

  • O desenvolvimento de respostas que implementem ações ocupacionais adequadas às características e vulnerabilidade das pessoas em situação de sem-abrigo, promovendo a empregabilidade e a inserção profissional;

 

  • Ações que favoreçam o combate ao estigma sobre a condição de sem-abrigo, designadamente: iniciativas de informação e de sensibilização das comunidades locais e sobre o fenómeno das pessoas em situação de sem-abrigo, com vista à prevenção e combate à medida das competências cognitivas, psicológicas, emocionais e estados de saúde física e mental das pessoas em situação de sem-abrigo.

 

Como principal meta, o projeto compromete-se a dotar as 593 pessoas classificadas em situação de sem-abrigo com gestor de caso.

 

Saiba mais aqui.

 

 

 

Fonte: CrescAlgarve2020

Conferência de Alto Nível ‘O Hidrogénio nas Nossas Sociedades – Estabelecer Pontes’

Seg, 05/04/2021 - 00:00

No próximo dia 7 de abril realiza-se a Conferência de Alto Nível ‘O Hidrogénio nas Nossas Sociedades - Estabelecer Pontes’, promovida pela Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.

 

A integração das energias renováveis é uma condição necessária para o avanço dos sistemas energéticos europeus rumo a uma sociedade descarbonizada. O hidrogénio desempenha um papel-chave nesse processo, disponibilizando várias soluções de implementação rápida que promovem a implementação de um sistema energético integrado eficaz e sustentável.

 

Assim, o hidrogénio desafia os atuais modelos de negócio em toda a cadeia de valor, da produção ao consumo final e aos mercados de exportação, passando pelo transporte e o armazenamento.

 

Assumindo como objetivo central o reforço do desenvolvimento industrial e tecnológico da Europa, promove-se nesta conferência o debate em torno do hidrogénio e dos respetivos mecanismos de incentivo, no sentido de criar um mercado real – uma das principais prioridades da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.

 

Entre os oradores, contam-se representantes de alto nível dos governos dos Estados-Membros e da Comissão Europeia, bem como responsáveis de empresas e entidades reguladoras.

 

Consulte o PROGRAMA da conferência e INSCREVA-SE AQUI.

 

 

 

Fonte: 2021PortugalEU

Mar 2020 alcança regra n+3 e Portugal recebe mais 27 milhões

Seg, 05/04/2021 - 00:00

O Programa Operacional Mar 2020 antecipou em 10 meses o alcance da regra n+3, também conhecida como "guilhotina financeira", efetuando a maior certificação de despesa desde o seu início, o que vai permitir a Portugal receber mais 27 milhões de euros.

 

"A maior certificação de despesa, desde o início do programa Mar 2020, foi formalizada junto da Comissão Europeia, ascendendo o pedido de reembolso a 7% da dotação programada para o programa", lê-se numa nota divulgada pelo Mar 2020.

 

Esta certificação permite a Portugal receber mais 27 milhões de euros do FEAMP - Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas.

 

Segundo o mesmo documento, a regra n+3, aferida em dezembro de cada ano, fica assim cumprida com a despesa executada até final de fevereiro.

 

O Programa Operacional Mar 2020, tem como objetivo a implementação das medidas de apoio enquadradas no FEAMP, estando entre as suas prioridades a promoção da competitividade e a sustentabilidade económica, social e ambiental, bem como o aumento da coesão territorial.

 

Este programa tem uma dotação global de 508 milhões de euros, dos quais 116 milhões de euros correspondem à contrapartida pública nacional, que tem origem no Orçamento do Estado.

 

Conforme estipulado pela Comissão Europeia, o Portugal 2020 está sujeito à regra n+3, o que significa que, apesar de o prazo de vigência dos programas ser apenas até ao final de 2020, o orçamento pode ser executado até três anos depois.

 

Por outro lado, esta regra determina, por exemplo, a perda de fundos em caso de incumprimento das metas.

 

 

Fonte: Mar2020

 

 

 

 

 

 

 

Ciclo de Conferências ‘Economia Viva’

Seg, 05/04/2021 - 00:00

A partir de hoje até 9 de Abril, realiza-se o Ciclo de conferências ‘Economia Viva’ que vai debater os principais tópicos da União Europeia para o próximo período de programação.

 

O Ciclo de conferências Economia Viva, é coorganizado pela Representação da Comissão Europeia em Portugal e pela NEC - Nova Economics Club, em parceria com a Nova Student’s Union.

 

A edição 2021 decorrerá em formato digital e abordará temas como a União Europeia da Saúde, o Ensino na Era Digital, as Cidades Verdes do Futuro, Competir num Mundo Global e a Presidência Portuguesa da União Europeia e o Plano de Recuperação Europeu.

 

Todos os anos, a NEC e a Nova SU unem forças para realizar o maior Ciclo de Conferências Portuguesas de Economia totalmente organizado por estudantes, com os melhores oradores convidados sobre os temas mais prementes.

 

O objetivo é levar o pensamento económico a toda a sociedade: todas as questões, todas as opiniões, todas as mentes.

 

Saiba mais informações relativas ao EVENTO e INSCRIÇÕES.

 

 

Fonte: Rep. CE Portugal/NovaSBE

Portugal vence Prémio Europeu Carlos Magno para a Juventude 2021

Qui, 01/04/2021 - 00:00

O projeto ‘Primeira Sessão Digital’, da autoria da Associação Portuguesa Parlamento Europeu Jovem, é o vencedor nacional do Prémio Europeu Carlos Magno para a Juventude 2021 e vai representar Portugal na fase europeia da competição.

 

Portugal vai competir com os vencedores de cada um dos demais Estados-Membros da União Europeia, com o seu projeto com o tema ‘Descobertas Digitais: Explorar as ligações entre as alterações climáticas e as crises de saúde globais’.

 

Os três vencedores serão ainda convidados a visitar o Parlamento Europeu.

 

O PARLAMENTO EUROPEU JOVEM PORTUGAL

 

A Associação Portuguesa do Parlamento Europeu Jovem é um organismo independente, não partidário e sem fins lucrativos, sendo gerido por jovens voluntários e composto por 101 membros.

 

É um programa educacional que permite que os jovens europeus desenvolvam o seu pensamento crítico sobre as mais variadas questões, tornando-os cidadãos ativos.

 

Fundado em 1989, o Parlamento Europeu Jovem é parte integrante da vasta rede do Europe Youth Parliament que, presente em 40 países europeus, organiza mais de 500 eventos por ano, envolvendo um total de cerca de 30.000 participantes.

 

Saiba mais aqui.

 

 

 

Fonte: PE em Portugal/Eurocid

Páginas