Portugal 2020

Subscreva feed Portugal 2020
Actualizado: há 1 hora 24 minutos atrás

Projeto ‘Rede Interior’ vai levar cultura a sete municípios

Qua, 07/04/2021 - 00:00

A Companhia de Teatro ASTA, da Covilhã, coordena uma nova rede itinerante de intervenção cultural que vai levar dezenas de espetáculos a sete municípios dos distritos de Castelo Branco e da Guarda, com apoio de Fundos UE.

 

O projeto  ‘Rede Interior’ é cofinanciado pelo Programa Operacional CENTRO 2020, tendo como entidade líder executora a ASTA - Teatro e Outras Artes, e como entidades parceiras os municípios de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia.

 

A nova rede itinerante cultural tem como objetivo desenvolver uma programação artística e cultural integrada no território constituído pelos municípios de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia, com o intuito de promover e valorizar o património histórico-cultural e sensibilizar a comunidade a participar ativamente na afirmação destes territórios.

 

Segundoos promotores do projeto, "será entre castelos, anfiteatros ao ar livre, jardins, escadarias, teatros, praças e largos" que a companhia profissional da Covilhã - ASTA, juntamente com os municípios envolvidos, apresentará "dezenas de espetáculos de dança, teatro e artes circenses".

 

As apresentações de teatro, dança e circo contemporâneo terão lugar em dois dias consecutivos, por forma a contribuir para a oferta e animação cultural da região e aumento dos fluxos turísticos e consequente tempo de permanência de quem visita os territórios.

 

No âmbito do projeto, que começa em junho e terá a duração de 18 meses, serão apresentados 14 espetáculos itinerantes e propagadores da identidade e do património natural e cultural do território, catalisadores da participação da comunidade local.

 

“Esta é uma Rede Cultural diferenciadora não só pelo cariz itinerante dos espetáculos na criação de iniciativas culturais fortemente ligadas ao território, mas também pelo seu cariz social de apoio e capacitação dos agentes de cultura locais, que há muito se debatem contra os constrangimentos da crise pandémica", segundo a organização.

 

Paralelamente à rede de artes performativas itinerante será criada uma Rede Interior Virtual de visitação itinerante aos espaços patrimoniais dos municípios abrangidos, através de visitas com recurso à realidade aumentada.

 

 

Fonte: Lusa/Asta

Projeto de Lavandaria Social promove emprego de pessoas com deficiência

Qua, 07/04/2021 - 00:00

O Centro de Reabilitação e Integração de Fátima (CRIF), que dá apoio a crianças e adultos portadores de deficiência intelectual, prevê abrir em maio uma Lavandaria Social para promover a empregabilidade no mercado de trabalho.

 

A Lavandaria Social de Fátima, investimento de 210.956 euros no âmbito do Iniciativa Portugal Inovação Social, tem um financiamento de 70% do PO ISE - Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, sendo os restantes 30% suportados por diversas empresas e Câmara de Ourém.

 

“O objetivo último é promover a empregabilidade, autonomia e inserção de pessoas com deficiência, mental ou física, no mercado de trabalho”, de acordo com a coordenadora do projeto, Sandra Reis. A ideia “já estava em mente há algum tempo”, tanto mais que o CRIF “tinha uma lavandaria própria, mas, com o crescimento da instituição, revelou-se pequena”.

 

A coordenadora esclareceu que a lavandaria vai permitir a criação de dois a três postos de trabalho, pessoas com deficiência, externas à instituição e o projeto da contempla, também, ações de capacitação.

 

“Neste momento, estamos a receber do exterior oito pessoas, com deficiência mental ou física, que estão em ações de capacitação, para receberem conhecimentos e reforço de competências que potenciem a sua autoestima, valorizem a sua vertente pessoal e profissional, que lhes dê mais autonomia e melhore a sua qualidade de vida, tornando-as mais participativos”, afirmou Sandra Reis.

 

“As oito pessoas têm mais de 18 anos e estão desempregadas, sem resposta laboral na comunidade”, observou Sandra Reis, explicando que, “em simultâneo, o CRIF está a sensibilizar o tecido empresarial para poder vir a acolher estas pessoas no mercado de trabalho, no sentido de oferecer uma tarefa compatível com as suas competências”.

 

A lavandaria social de Fátima inclui, ainda, o aspeto ambiental e quer promover a reciclagem e reutilização de têxteis, através da criação de peças.

 

As pessoas podem no futuro entregar têxteis, como peças de roupa pessoais ou de casa, que serão transformadas quer pelos beneficiários do projeto, quer pelos utentes do CRIF, ao encontro da política da instituição de promover a economia circular, sem fins comerciais.

 

A obra já está praticamente concluída e prevê-se que a lavandaria social entre em funcionamento em maio, com serviços de lavandaria, engomadoria, tinturaria e limpeza a seco, nas instalações da instituição, concelho de Ourém, distrito de Santarém.

 

Fonte: Lusa/Crif

APOIAR já pagou 685 milhões de euros às Empresas

Qua, 07/04/2021 - 00:00

O Programa APOIAR já aprovou 927 milhões de euros de apoio, dos quais 685 milhões já foram pagos às empresas, sobretudo nos setores mais afetados pela pandemia.

 

O aníncio foi feito pelo Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, durante a intervenção na audição conjunta das comissões de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação e de Trabalho e Segurança Social.

 

Foi ainda sublinhado que, a partir de dezembro de 2020, começou-se a ser capaz de apoiar custos fixos não salariais dirigidos a um número alargado de empresas.

 

“Temos aprendido com a execução destes programas e temos ido alargando e reforçando as medidas ao longo do tempo. Desde que lançámos o Programa Apoiar a 25 de novembro, já o alargámos aos empresários em nome individual, em regime simplificado, com ou sem trabalhadores a cargo, pudemos dirigir a empresas que tinham capitais próprios negativos em 2019, que tinham dívidas à Segurança Social e à Autoridade Tributária, dando-lhes a oportunidade da regularização, alargámos o apoio a rendas a outras formas contratuais e prorrogámos a redução de rendas em conjuntos comerciais”, acrescentou.

 

Foi ainda referido que as linhas de crédito com garantia de Estado já concederam às empresas cerca de 8,5 mil milhões de euros de empréstimos, com cerca de 63 mil empresas apoiadas desde o início da crise.

 

 

Fonte: República Portuguesa

Webinar AD&C | 'A Capacidade Administrativa no Ecossistema das Políticas Estruturais'

Qua, 07/04/2021 - 00:00

No próximo dia 13 de abril, entre as 14h30 e as 16h30, realiza-se o webinar ‘A Capacidade Administrativa no Ecossistema das Políticas Estruturais’ no âmbito dos trabalhos de preparação do Portugal 2030.

 

Promovido pela AD&C - Agência para o Desenvolvimento e Coesão, IP, o webinar, conta com a intervenção de um perito internacional e com uma apresentação relacionada com a elaboração do ‘Roteiro para a Capacitação do Ecossistema dos Fundos da Política de Coesão para o período 2021-2027’, num momento decisivo para a programação do Portugal 2030.

 

A participação é assegurada através da plataforma ZOOM e o acesso será feito através do link enviado para o seu endereço de email, após efetuada a inscrição.

 

Consulte o PROGRAMA do evento e efetue a sua INSCRIÇÃO GRATUITA até às 19h00 de segunda-feira, 12 de abril.

 

A inscrição está limitada a 1 pessoa por entidade.

 

PARTICIPE!

 

 

Fonte: AD&C

Candidaturas abertas ao Programa Garantir Cultura

Qua, 07/04/2021 - 00:00

O Programa Garantir Cultura (Tecido Empresarial) lançou o AVISO N.º 09/SI/2021 com candidaturas abertas de 6 de abril até ao esgotamento da dotação.

 

O Programa apoia o financiamento de atividades de criação ou programação culturais dirigidas ao público, incluindo atividades relativas a projetos que, em virtude do decretamento de medidas restritivas no contexto do surto epidemiológico da doença COVID-19, tenham ficado suspensos e cuja execução possa ser retomada.

 

Incentivam-se assim, as atividades cultural e artística, em particular a criação e programação culturais, num contexto de mitigação dos impactos negativos sobre a atividade das empresas do tecido cultural decorrentes das medidas de proteção de saúde pública de combate à pandemia COVID-19.

 

Este apoio abrange todas as regiões NUTS II do Continente: Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve e destina-se a micro, pequenas e médias empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, incluindo empresários em nome individual com contabilidade organizada.

 

Esclareça as suas dúvidas nas FAQ do Garantir Cultura.

 

Saiba mais aqui.

 

 

 

Fonte: Compete 2020

NORTE 2020 aposta forte no financiamento à Ciência

Qua, 07/04/2021 - 00:00

Foi ontem apresentado, em sessão pública,  um dos mais robustos pacotes de sempre de apoio às infraestruturas científicas e a projetos de Investigação & Desenvolvimento na região Norte, ao abrigo do Programa Operacional NORTE 2020.

 

Ao todo, estão aprovados ou em fase final de aprovação, um conjunto de financiamentos da União Europeia que ascende a 61 milhões de euros, num investimento total de 72 milhões, a realizar até 2023.

 

Neste conjunto, destacam-se os investimentos em oito infraestruturas científicas da região, com um volume de financiamento comunitário superior a 30 milhões de euros.

 

Entre esses está o 'CENTRO COMPREENSIVO DO CANCRO DO PORTO' (P.CCC), que agregará o Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto e o i3S Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto, tendo por objetivo promover a investigação e inovação de ponta e transformar o futuro dos cuidados oncológicos, através da disponibilização de produtos para o rastreamento, diagnóstico e terapia do cancro.

 

Os restantes projetos deste pacote dizem respeito a:

 

  • INFRAESTRUTURAS PARA INVESTIGAÇÃO DA QUÍMICA BIOLÓGICA E A GENÉTICA | Instituto de Biologia Molecular e Celular, IBMC

 

  • COMPUTAÇÃO AVANÇADA E A INVESTIGAÇÃO EM RECURSOS MICROBIANOS | Universidade do Minho

 

  • DESENVOLVIMENTO DA MICROSCOPIA AVANÇADA PARA AS CIÊNCIAS DA SAÚDE | Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, INL

 

  • INVESTIGAÇÃO EM NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO | Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

 

  • DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA O TRATAMENTO DE NUTRIENTES, ÁGUA E ENERGIA | Fraunhofer Portugal

 

  • DIGITALIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO CLÍNICA NO NORTE DE PORTUGAL | Centro Clínico Académico, este último em fase final de aprovação

 

Também no pipeline de aprovação, em fase final de análise, encontra-se o projeto 'BIOPOLIS', promovido pelo ICETA – Instituto de Ciências, Tecnologias e Agroambiente da Universidade do Porto, para a criação de um centro de excelência em biologia ambiental, Ecossistemas e agrodiversidade, investimento que ascende a 13 milhões de euros, com um financiamento de 11 milhões.

 

No evento de apresentação, que contou com a participação da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, e do Ministro da Ciência e Tecnologia, Manuel Heitor, o Presidente da CCDR-N, António Cunha, destacou que “a Ciência é hoje um pilar do desenvolvimento regional do Norte”.

 

Para António Cunha “há hoje um consenso regional quanto ao papel da Ciência no desenvolvimento do Norte. O futuro da região passa também por aqui”, sustentou, “pelo que o próximo programa operacional regional deve continuar a assumir esta vocação de fortalecimento das instituições de ciência e, como decantação da mesma, uma forte aposta estratégica num Sistema Regional de Inovação autónomo.”

 

Consulte AQUI:

 

| DOSSIER DE IMPRENSA

 

| REGISTO VÍDEO DA SESSÃO

 

 

 

Fonte: CCDRN

 

Páginas