Portugal 2020

Subscreva feed Portugal 2020
Actualizado: há 39 minutos 2 segundos atrás

Seminário sobre o papel do digital e do urbanismo comercial

Qua, 13/10/2021 - 00:00

No próximo dia 21 de Outubro, das 10h às13h, realiza-se o Seminário 'Os Espaços Urbanos e o Comércio: o Papel do Digital e do urbanismo Comercial', com o apoio do PO ISE - Programa Operacional inclusão Social e Emprego.

 

Promovido pela CCP - Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, será o primeiro de vários encontros a realizar, inseridos no ciclo “Refazer a Cidade” e que decorrerá em formato misto (videoconferência e presencial), devendo os participantes, no acto de INSCRIÇÃO, optar pela modalidade preferida (local: Hotel Vila Galé Ópera, em Lisboa).

 

Consulte o PROGRAMA.

 

O comércio confronta-se hoje com um duplo desafio, na perspetiva da sua inserção em espaço urbano: o das novas tecnologias digitais e do reforço do e-commerce e o dos novos hábitos e modos de vida urbanos, que obrigam a repensar os fatores de atratividade e de mobilidade reativando o papel central das políticas de urbanismo comercial.

 

A transição digital das empresas não deve ser vista com o fim do “comércio de rua”, mas como um seu complemento, em que o comércio tem que acompanhar preocupações de qualidade de vida.

 

Deve ajustar a sua oferta às exigências dos clientes/consumidores cuja pluralidade de opções obriga a que a qualidade do serviço seja um factor competitivo essencial e que, ao mesmo tempo, obrigam a que o comércio se insira na construção da cidade do futuro, que será um espaço que se quer inteligente, sustentável ambientalmente, mas também vivo, dinâmico e interactivo.

 

INSCREVA-SE AQUI.

 

Fonte: CCP

Apresentação do Centro Nacional de Competências para a Inovação Social

Ter, 12/10/2021 - 00:00

No próximo dia 21 de outubro, das 10h às 12h, tem lugar a apresentação pública e a primeira reunião do Conselho Consultivo do Centro Nacional de Competências para a Inovação Social, que será realizada presencialmente, na Fundação Calouste Gulbenkian.

 

A Comissão Europeia, via Direção-Geral Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão, pretende promover a criação de Centros Nacionais de Competências para a Inovação Social em cada um dos Estados Membros (EM).

 

Para o efeito, lançou em 2020, cofinanciado pelo Fundo Social Europeu (FSE+) e pelo Programa Europeu para o Emprego e a Inovação Social (EaSI), um concurso para consórcios de EM com o objetivo de criarem, em parceria e com recursos especializados, estas estruturas nacionais destinadas a apoiar e dinamizar os ecossistemas de inovação social.

 

Em março de 2021 foram aprovados seis consórcios, incluindo 24 países da União Europeia e o Reino Unido.

 

PORTUGAL está representado pela Agência para o Desenvolvimento e Coesão (AD&C) e pela Estrutura de Missão Portugal Inovação Social (EMPIS) num desses consórcios, que inclui também a Irlanda, a Bulgária e o Chipre, formalmente designado “ESF+ Network of Competence Centres for Social Innovation” e que adotou na sua comunicação o nome genérico FUSE (Facilitating United approaches to Social innovations in Europe).

 

O consórcio iniciou a sua atividade em maio de 2021 e o projeto deverá decorrer durante os próximos dois anos, até abril de 2023.

 

Prevê-se, no âmbito deste projeto, a criação de um Conselho Consultivo para a conceção do Centro Nacional de Competências para a Inovação Social. Considerando a sua experiência no ecossistema de inovação e investimento social em Portugal e enquanto parceira associada do consórcio, a Fundação Calouste Gulbenkian assumirá a coordenação deste Conselho Consultivo.

 

O Conselho Consultivo deverá reunir trimestralmente, sendo os seus membros convidados a acompanhar e a contribuir com a sua visão e experiência, de forma colaborativa, para o desenho da arquitetura e estratégia necessárias à criação formal de um Centro Nacional de Competências para a Inovação Social, enquadrado no âmbito do Quadro Financeiro Plurianual (QFP) 2021-2027 da União Europeia.

 

Esta é uma oportunidade única para potenciar a experiência, as infraestruturas e os recursos nacionais já existentes para apoio ao ecossistema de Inovação Social, que constitui um poderoso instrumento para a reconstrução social e económica pós-pandémica e uma das mais decisivas oportunidades de desenvolvimento social e económico de Portugal.

 

INSCRIÇÕES AQUI até dia 15 de outubro.

 

 

 

Fonte: AD&C

Desenvolvimento Sustentável Precisa-se! Exposição interativa em Faro

Ter, 12/10/2021 - 00:00

Foi recentemente inaugurada, na sala de exposições da CCDR Algarve, a exposição de sensibilização ambiental “Desenvolvimento Sustentável Precisa-se!”, concebida pelo Município de São Brás de Alportel e cofinanciada pelo Fundo Ambiental.

 

Integrando o programa da SEIVA e a Semana Europeia das Regiões e Cidades, esta exposição debruça-se sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS’2030), nomeadamente os da área do Ambiente, contribuindo para o cumprimento do ODS17 – Parcerias para o desenvolvimento no âmbito da rede regional de Voluntariado Ambiental para a Água.

 

A Exposição está também disponível, para uma visita digital, no canal Youtube do Município de São Brás de Alportel.

 

A exposição, de visita gratuita, estará disponível ao público até dia 5 de novembro, nos dias úteis, das 10h00 às 17h00.

 

É possível o agendamento de visitas acompanhadas, para grupos, escolares ou não, dinamizadas pelas equipas do Europe Direct Algarve e Quinta do Peral. Para marcação de visitas e outras informações contactar: europedirect@ccdr-alg.pt.

 

 

Fonte: CCDRAlg

Cidadãos europeus continuam com perceção positiva da Política de Coesão

Ter, 12/10/2021 - 00:00

O último Inquérito Flash Eurobarómetro sobre o conhecimento e a perceção que os cidadãos têm da Política Regional revela que os níveis de sensibilização e perceção continuam a ser elevados.

 

Oito em cada dez europeus, que ouviram falar de projetos cofinanciados pela UE na área onde vivem (41 %), consideram que os projetos da UE têm um impacto positivo na sua cidade ou região.

 

Os níveis de sensibilização para os fundos da UE também são elevados - cerca de sete em cada dez inquiridos (69 %) ouviram falar de, pelo menos, um fundo de gestão partilhada (FEDER/FC, FSE, Interreg ou FTJ).

 

O novo Eurobarómetro analisou igualmente a resposta da União à pandemia de COVID-19 — quase sete em cada dez inquiridos (69 %) consideram que a política regional da UE apoia a recuperação económica no contexto da pandemia.

 

Quando questionados sobre domínios importantes para os investimentos da política regional da UE, 92 % dos europeus referem que a educação, a saúde ou as infraestruturas sociais são importantes para a sua cidade de região, seguidas do ambiente (91 %) e das energias renováveis e limpas (87 %).

 

De acordo com os inquiridos, a prioridade máxima é dada às regiões com elevado desemprego (69 %), zonas urbanas desfavorecidas (55 %) e zonas rurais ou de montanha remotas (54 %).

 

Consulte a Ficha Técnica relativa a PORTUGAL.

 

Esta edição do inquérito Eurobarómetro acompanhou se os projetos financiados pela UE contribuem para os sentimentos dos inquiridos enquanto cidadãos da UE.

 

Os resultados agregados mostram que cerca de seis em cada dez inquiridos consideram que os projetos os fazem sentir (mais) como um cidadão da UE (21 % contribuem em grande medida e 38 % em certa medida).

 

De acordo com o inquérito, a televisão nacional e a Internet são as fontes de informação mais frequentemente mencionadas sobre os projetos cofinanciados pela UE.

 

Desde o último inquérito, em 2019, a percentagem de inquiridos que mencionam a Internet aumentou, tornando-a uma fonte de informação tão importante como a televisão nacional.

 

Saiba mais:

 

| Página inicial do Eurobarómetro

| Ficha Técnica PORTUGAL

| Relatório - Sensibilização e perceção dos cidadãos para a política regional da UE

 

 

Fonte: FlashEurobarometro

Algarve quer 50.000 adultos capacitados com competências digitais básicas

Seg, 11/10/2021 - 00:00

Com o objetivo de acelerar a transição digital, a Comissão Diretiva do Programa Operacional CRESC Algarve 2020 aprovou o financiamento do Programa EUSOUDIGITAL – Algarve, que visa abranger 50 mil adultos em ações de capacitação em literacia digital básica até 2023.

 

O programa EUSOUDIGITAL - Algarve, apresentado por um consórcio formado pela Caixa Geral de Depósitos (Entidade Coordenadora e Investidor Social), Fundação para a Ciência e Tecnologia (Entidade Responsável pela Política Pública) e pela empresa A2D Consulting, Lda. (Entidade Implementadora), adota o modelo, já testado com sucesso, do Programa MUDA.

 

A estratégia pedagógica assenta num vasto programa de formação para mentores, na criação de uma rede de voluntários, na criação de Centros MUDA, e em atividades de diagnóstico e capacitação digital, a terem lugar em todos os 16 Municípios da região.

 

Beneficiando de uma comparticipação do Fundo Social Europeu, o investimento público, estimado em 362 mil euros, será assegurado pelo Programa Operacional do Algarve, concedido nos termos da tipologia Títulos de Impacto Social, mediante a validação dos resultados contratualizados.

 

Fruto deste investimento, a região ficará mais preparada para se posicionar na primeira linha da transição digital em curso.

 

Consulte AQUI estes e outros projetos apoiados pelo CRESC Algarve 2020, com o apoio dos fundos da União Europeia.

 

 

Fonte: CCDRAlgarve

 

EEAGrants lança Aviso para projetos de combate à desertificação

Seg, 11/10/2021 - 00:00

É lançado hoje um novo Aviso-Concurso dos EEA Grants, com dotação total de 1,23 milhões de euros, para o financiamento de projetos de preparação para condições meteorológicas extremas, de gestão de riscos no contexto das alterações climáticas, designadamente no combate à desertificação.

 

As candidaturas estão abertas até 18 de janeiro de 2022, sendo elegíveis entidades promotoras públicas ou privadas, comerciais ou não comerciais, e as organizações não governamentais legalmente estabelecidas como pessoas coletivas em Portugal.

 

De modo a garantir a observação das especificidades territoriais, definiram-se três áreas prioritárias, em função da degradação dos solos por índice de aridez:

 

  • Trás-os-Montes, Douro, Beiras e Serra da Estrela (área prioritária A);

 

  • Algarve, Baixo Alentejo, Alentejo Central (área prioritária B);

 

  • Beira Baixa; Alto Alentejo (área prioritária C).

 

A reprogramação do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu para 2014-2021, permitiu o reforço de dotação em um milhão de euros e o lançamento deste novo Aviso, no âmbito do «Programa Ambiente, alterações climáticas e economia de baixo carbono».

 

Através dos EEA Grants, a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega estabelecem o objetivo de reduzir as disparidades sociais e económicas na Europa, reforçando as relações bilaterais com os Estados beneficiários. Portugal beneficia de uma verba de 102,7 milhões de euros (2014-2021).

 

Saiba mais sobre os EEA Grants.

 

Fonte:EEAGrants

 

Melhor Turismo 2020 | Formação de Apoio ao Relançamento dos Negócios

Seg, 11/10/2021 - 00:00

Apoiar as PME da região para enfrentar os desafios atuais e futuros é o propósito do projeto de Formação-Ação “Melhor Turismo 2020” que o CETS - Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa tem em curso, com o apoio da CTP - Confederação do Turismo de Portugal e cofinaciamento do COMPETE 2020.

 

As INSCRIÇÕES estão abertas e destinam-se à Restauração, Cafés, Hotelaria e Alojamentos locais, Operadores turísticos, entre outros.

 

Preencha o FORMULÁRIO para receber mais informações.

 

Tendo por referência 3 áreas temáticas – Economia Digital, Gestão de Empresas Turísticas e Otimização de Recursos Financeiros, o projeto incide no apoio à readaptação, consolidação e qualificação das PME’s do setor turístico, através de consultoria personalizada e de formação certificada.

 

A intervenção inicia-se com o diagnóstico das necessidades, passando posteriormente para a criação de um plano de ação e avaliação da implementação.

 

Esta é uma oportunidade para aumentar a capacidade de gestão da sua empresa, reorganizar, inovar e qualificar os seus recursos humanos em domínios relevantes. Beneficie de financiamento de 90% a fundo perdido e prepare a sua empresa para um futuro melhor.

 

Este projeto é cofinanciado pelo Programa Operacional COMPETE 2020, através do Fundo Social Europeu.

 

Fonte: CETS

Prevenção da Fraude com Fundos UE | Assista ao encontro

Sex, 08/10/2021 - 00:00

Realizou-se hoje o evento online e presencial ‘Accountability e democratização das instituições - Prevenção da fraude’, nas instalações da Nova SBE em Carcavelos. Se não teve oportunidade, ASSISTA AGORA ao encontro sobre Prevenção da Fraude com Fundos da União Europeia.

 

Promovido pelo Think Tank - Iniciativa Antifraude que visa a boa utilização dos recursos financeiros da União Europeia (UE), o evento constituiu uma oportunidade para conhecer os projetos desenvolvidos no âmbito da prevenção da Fraude com Fundos da UE.

 

AD&C - Agência para o Desenvolvimento e Coesão, que é parte integrante deste Grupo de Reflexão, esteve representada pelo seu Presidente, Nuno Santos, que afirmou ser “necessário para progredir nesta reflexão, mais dados, mais objetivos e menos perceções" pois “há um país que tem de melhorar o bom uso dos fundos europeus”.

 

Proteger os Fundos da União Europeia contra ações ilícitas, é o propósito do Think Tank, criado pelo DCIAP, e do qual a AD&C é parte integrante, entre outras entidades de várias áreas de conhecimento.

 

Assista ao depoimento de Nuno Santos sobre o grupo de reflexão Think Thank:


                            (clique para aceder)

 

Daniel Traça, Professor da NOVA SBE, abriu este encontro avançando desde logo que Portugal tem de “investir com transparência e investir com impacto”.

 

 

Na Abertura participaram ainda o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e Lucília Gago, Procuradora-Geral da República.
 

Marcelo Rebelo de Sousa deu os parabéns à constituição do Think Thank como grupo de reflexão importante já que “o sucesso da execução dos fundos irá ditar o futuro do país e requer a nível nacional um sistema de controlo credível que previna a fraude e a corrupção”.

 

“Temos de criar mecanismos preventivos que dissuadam possíveis infratores, o que passa muito pelas regras de contratação pública. O trabalho em rede é fundamental nesta área” afirmou o Presidente, avançando que “os portugueses têm direito a exigir mecanismos de prevenção da fraude de uma forma tangível e percetível”.

 

“O combate contra a fraude e a corrupção é uma grande causa e a boa execução dos fundos europeus torna-se fundamental” rematou.

 

ASSISTA AOS TEMAS DE DEBATE que foram divididos em três painéis com os respetivos oradores:

 

PAINEL 1 | O Think Tank: Projetos e Perspetivas com Ana Carla Almeida - Procuradora da República no DCIAP, Ricardo Paes Mamede - Economista e Professor do ISCTE, Lénia Mestrinho - Diretora Executiva, Nova SBE Data Science Knowledge Center, António Ferreira dos Santos - Inspetor-Geral, IGF, e Margarida Mós, NAT.

 

PAINEL 2 | PRR, Impacto e Accountability com Daniel Traça - Professor na Nova SBE, Ricardo Paes Mamede - Economista e Professor do ISCTE, António Costa Silva - Presidente Comissão de Acompanhamento - PRR, e  Zsolt Darvas, Bruegel – Think Tank europeu especializado em economia.

 

PAINEL 3 | Accountability e democratização das instituições – Prevenção da fraude  com Alberto Alemanno - Professor Jean Monnet de Direito da UE, HEC Paris, Paulo de Almeida Sande - Advogado, e Susana Peralta - Professora na Nova SBE.

  

Consulte aqui o PROGRAMA.

 

 

 

Fonte: ThinkTank

 

Lisboa e Loures unidas por uma ponte pedonal e ciclável com apoio de Fundos UE

Sex, 08/10/2021 - 00:00

Já no próximo ano, vai poder ir de Lisboa a Loures a pé por uma nova ponte. Os dois concelhos vão estar unidos por uma ponte pedonal e ciclável, um projeto que conta com o apoio do Programa Operacional Lisboa 2020.

 

De acordo com a Câmara Municipal de Lisboa, a obra já começou e vai ligar a zona residencial norte do Parque das Nações a partir da rotunda da Praça Gago Coutinho, e segue pela Rua da Cotovia/Passeio do Trancão até ao início da passagem sobre o rio Trancão.

 

A conclusão da obra de construção da nova ponte sobre o rio Trancão, está prevista para julho de 2022.

 

Saiba mais AQUI (separador Obras em Curso).       

 

 

Fonte: CMLisboa

Disponível Guia de Apoio aos processos dos projetos

Sex, 08/10/2021 - 00:00

O Programa Operacional COMPETE 2020 disponibilizou recentemente o 'Guia | Constituição e Organização do Processo da Operação/Projeto' para ajudar os beneficiários a nível de documentação.

 

Os beneficiários devem dispor de um processo relativo à Operação que contemple toda a documentação que acompanha o respetivo ciclo de vida, desde a submissão da candidatura até ao seu encerramento ou fase de exploração, se aplicável, constituído pelos documentos originais ou por cópias autenticadas, preferencialmente em suporte digital.

 

Adicionalmente, os beneficiários dos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEEI), encontram-se sujeitos ao cumprimento da obrigação, em matéria de conservação, disponibilização e arquivo dos documentos relativos à Operação, de forma a garantir o seu acesso sempre que solicitado no âmbito das ações de controlo e acompanhamento realizadas pelas entidades competentes.

 

Consulte AQUI:

 

| GUIA - Constituição e Organização do Processo da Operação/Projeto

 

 

Fonte: Compete2020

 

Participe na Semana Europeia das Regiões e Cidades 2021

Sex, 08/10/2021 - 00:00

A 19ª edição da Semana Europeia das Regiões e Cidades (#EURegionsWeek) acontece este ano sob o lema 'Juntos pela recuperação'|'Together for Recovery', e vai decorrer entre 11 e 14 de outubro, com mais de 300 sessões dedicadas aos principais temas europeus do momento.

 

300 sessões distribuídas por 4 dias, quase 850 oradores de toda a União Europeia e além, 365 horas de conferências interativas, mais de 100 videoclipes e 30 stands mostrarão histórias e depoimentos sobre projetos concretos!

 

Os dois co-organizadores, a Direção-Geral da Política Regional e Urbana da Comissão Europeia e o Comité das Regiões Europeu, apresentam a Semana Europeia das Regiões e Cidades como o maior evento anual em Bruxelas dedicado à Política de Coesão.

 

Nos últimos 18 anos cresceu e tornou-se uma plataforma única de comunicação e rede, reunindo regiões e cidades de toda a Europa, incluindo políticos, administradores, especialistas e académicos.

 

Devido à pandemia COVID-19, o evento 2020 foi a primeira edição digital e contou com mais de 10.000 participantes online. Com base neste sucesso, a nova plataforma do evento garantirá este ano a oportunidade de debate, mantendo as comunidades conectadas, trocando boas práticas e ideias entre parceiros e participantes sobre quatro temas centrais:

 

| TRANSIÇÃO VERDE: para uma recuperação sustentável e verde

 

| COESÃO: da emergência à resiliência

 

| TRANSIÇÃO DIGITAL:  para pessoas

 

| ENVOLVIMENTO DOS CIDADÃOS: para uma recuperação inclusiva, participativa e justa

 

Devido à pandemia de COVID-19 em curso, o evento ocorrerá virtualmente com possibilidade de presença física limitada, a ser confirmada de acordo com a evolução das medidas sanitárias.

 

INSCREVA-SE JÁ e saiba mais AQUI.

 

 Fonte: CE/COR

 

“Tudo vai ser Digital” | Assista à 'Digitalização das empresas com Fundos Europeus'

Qui, 07/10/2021 - 00:00

Nuno Oliveira Santos, Presidente da AD&C, foi o keynote speaker da Webtalk ‘Digitalização das empresas com recurso a Fundos Europeus’ que teve lugar hoje, promovida pelo jornal ECO.

 

A transição digital é um dos pilares dos Fundos Europeus, não apenas do recém-chegado Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), mas de outros programas disponíveis para Portugal, com 650 milhões de euros destinados à Digitalização das PME.

 

Para Nuno Santos "O programa COMPETE 2020, conhecido como o programa de apoio às empresas, no novo quadro, a sua designação vai lá ter a palavra digital, o que significa que que se vai confirmar o que considero estarmos perante um quadro de aceleração". Após os anos 2000, "vários teóricos da transformação das empresas e da sociedade , disseram que tudo é digital, tudo vai ser digital".

"No PT2030 os objetivos de política que são conhecidos no enquadramento europeu, são parecidos aos que estão implícitos no PRR e portanto daí resultará o reforço do digital", referiu. 

Nuno Santos partilha ainda da convicção de que quando falamos em "fundos europeus falamos de dinheiro e que o desafio não é o dinheiro é a qualidade. O desafio é a qualidade intrínseca, qualidade organizacional, qualidade cultural. É um momento em que vamos ser colocados à prova na capacidade de nos organizarmos."

 

Além de Nuno Oliveira dos Santos, Presidente da AD&C, o debate contou com a participação de João Dias, administrador da AICEP, Pedro Cilínio, diretor da área de Capacitação Empresarial IAPMEI, e Rogério Canhoto, Chief Business Officer da PHC Software.

 

Se não teve tempo ou oportunidade, assista agora à Webtalk ‘Digitalização das empresas com recurso a Fundos Europeus’ e saiba como aproveitar os fundos europeus para digitalizar o seu negócio.

 

 

 

Fonte: ECO

 

Outubro é o Mês Europeu de Cibersegurança

Qui, 07/10/2021 - 00:00

A nona edição do Mês Europeu de Cibersegurança decorre durante todo o mês de outubro com uma série de eventos sob o lema «Pense antes de clicar».

 

Cerca de 300 atividades, como conferências, workshops, sessões de formação, apresentações gerais, seminários na web e campanhas online, terão lugar este ano em toda a Europa.

 

A campanha disponibilizará também conselhos e sugestões aos cidadãos para poderem melhorar a sua ciber-higiene, adotando práticas essenciais de cibersegurança, e ajudá-lo-á também a adquirir novas competências e métodos para estarem mais seguros no mundo em linha.

 

A cibersensibilização é um dos pilares da Nova Estratégia da UE para Cibersegurança, anunciada em dezembro do ano passado.

 

Além disso, a Comissão apresentou em junho a sua proposta de criação de uma nova Ciberunidade Conjunta para fazer face ao crescente número de ciberincidentes graves que afetam os serviços públicos, bem como as atividades económicas e os cidadãos da UE.

 

A Comissão está também a contribuir para a criação de uma Rede e Centro Europeu de Competências em Cibersegurança para agrupar cibercapacidades em toda a UE, com o apoio de um novo Programa Europa Digital.

 

Mais informações sobre eventos a decorrer em todos os Estados-Membros estão disponíveis no MAPA INTERATIVO, ao passo que conselhos, vídeos, jogos em linha e material de sensibilização estão disponíveis AQUI.

 

Esta é uma iniciativa anual de sensibilização organizada pela Comissão Europeia, pela ENISA - Agência da União Europeia para a Cibersegurança e por mais de 300 parceiros nos Estados-Membros, incluindo autoridades locais, Governos, universidades, grupos de reflexão, organizações não-governamentais (ONG) e associações profissionais.

 

 

 

Fonte: Rep.CEPortugal

PO ISE lança 'GUIA CLDS 4G' para ajudar os beneficários

Qui, 07/10/2021 - 00:00

O PO ISE - Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, publicou o 'Guia CLDS 4G| Instruções de preenchimento de Execução Física e Financeira', com o objetivo de auxiliar as entidades beneficiárias com as candidaturas aprovadas no âmbito dos CLDS - Contratos Locais de Desenvolvimento Social.

 

O Documento pretende facultar um conjunto de Orientações e Instruções facilitadoras da boa execução das Operações, tentando minimizar a ocorrência de desconformidades, aquando da comunicação dos dados relativos à execução física e financeira no sistema de informação.

 

Consulte o documento disponível no site do PO ISE em “Documentação/Guias e Orientações/Guias”.

 

Fonte: POISE

Webinar AD&C | “A Capacitação no Ecossistema das Políticas Estruturais”

Qua, 06/10/2021 - 00:00

A AD&C - Agência para o Desenvolvimento e Coesão, promove o 2º webinar sobre “A Capacitação no Ecossistema das Políticas Estruturais”, dia 15 de outubro de 2021, entre as 15h00 e as 17h00, na plataforma Zoom, no âmbito dos trabalhos de preparação do Portugal 2030.

 

No webinar, que conta com a participação da DG Regio, serão apresentados os resultados do Roteiro para a Capacitação do Ecossistema dos Fundos da Política de Coesão para o período 2021-2027.

 

A sessão de abertura está cargo de Nuno Santos, Presidente da AD&C e Caroline Callens, Diretora na DG REGIO.

 

Assumindo a correlação entre a boa governança e os resultados da Política de Coesão, torna-se essencial autonomizar o estudo desta componente, integrando-a desde já no desenho do próximo Portugal 2030.

 

A participação é assegurada através da plataforma ZOOM no computador.

 

O acesso será efetuado através do link que será enviado para o seu endereço de email, após efetuada a inscrição.

 

Consulte o PROGRAMA do evento e efetue a sua INSCRIÇÃO GRATUITA até às 19:00, quarta-feira, 13 de outubro.

 

 

Fonte: AD&C

Espaço Atlântico lança 3ª Convocatória de Projetos

Qua, 06/10/2021 - 00:00

O Programa de Cooperação Europeia Interreg Espaço Atlântico anunciou a abertura da 3ª Convocatória de Projetos, um concurso restrito de propostas de projetos aprovados, incluindo os já encerrados, de 4 de outubro a 30 de novembro.

 

Neste contexto, os 71 projetos aprovados já podem apresentar candidaturas que apresentem trabalhos, ações e parceiros adicionais que irão agregar mais valor às suas atividades, objetivos e resultados alcançados.

 

Para se inscrever é necessário enviar uma modificação do projeto disponível na Plataforma SIGI no módulo “Solicitação de Modificação”, selecionando a opção “Chamada de Prorrogação”.

 

Mais informações estão disponíveis na área Extension Call 3 - 2021.

 

Em caso de dúvida, consulte o “Guia do Usuário SIGI para Solicitações de Modificação” disponível na seção "Documentos" ou entre em contato com itsupport@atlanticarea.eu.

 

O convite à apresentação de propostas está aberto de 4 de outubro a 30 de novembro de 2021 (19h00, hora de Lisboa).

 

Fonte: EA

Evento Anual do Programa INTERREG

Qua, 06/10/2021 - 00:00

Nos próximos dias 7 e 8 de outubro realiza-se o Evento Anual do Programa de Cooperação Europeia INTERREG em formato híbrido (presencial e online), com lugar em Bruxelas.

 

A sessão de abertura, no dia 7, está cargo de Elisa Ferreira, comissária europeia para a Coesão e Reformas, a que se segue uma sessão de Perguntas e Respostas sobre as novidades do novo e próximo período de programação 2021-2027.

 

Ao todo estão previstos 4 workshops paralelos para os dois dias, com debates sobre Comunicação, Pacto Ecológico Europeu, Implementação e Governança.

 

No dia 8 de outubro, haverá um discurso de destaque sob o tema “Cooperação Territorial, o caminho alternativo rumo à integração europeia” por Marjorie Jouen, Senior Adviser no Instituto Jacques Delors

 

O evento será encerrado por Slawomir Tokarski, Diretor da Cooperação Territorial na DG REGIO, em sessão plenária, para as considerações finais.

 

Consulte aqui o PROGRAMA completo.

 

Todas as sessões terão lugar no THE EGG, Rue Bara 175, 1070 Bruxelas, Bélgica, com possibilidade de acompanhamento online.

 

Fonte: Interreg

 

Agendas Mobilizadoras | 140 candidaturas de empresas para a Inovação Empresarial

Seg, 04/10/2021 - 00:00

Terminou o prazo para apresentação das Manifestações de Interesse no âmbito das Agendas Mobilizadoras Verdes e para a Inovação Empresarial e os resultados nesta primeira fase superaram as expectativas com 140 candidaturas de consórcios.

 

Para um investimento global do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) de 14 mil milhões de euros, houve uma elevada adesão por parte das empresas, das universidades e entidades ligadas à Investigação e Inovação.

 

Apesar de a informação sobre as candidaturas estar agora numa fase de tratamento de dados, é possível afirmar que os projetos têm uma boa representação territorial e abrangem áreas diversas que vão desde o setor das Energias, setor das Biotecnologias, até aos setores da Saúde, do Aeroespacial ou do Automóvel.

 

Nas próximas semanas, serão avaliadas estas manifestações de interesse e os consórcios para verificar se cumprem as condições de elegibilidade para participarem neste programa.

 

A Estrutura de Missão Recuperar Portugal divulgará atempadamente os resultados e as fases de seleção.

 

Acompanhe as candidaturas no site da Recuperar Portugal e subscreva os Alertas e a Newsletter.

 

 

Fonte: RecuperarPortugal

Versão preliminar da Estratégia Nacional de Combate à Pobreza em CONSULTA PÚBLICA

Seg, 04/10/2021 - 00:00

Na sequência da aprovação em Conselho de Ministros do passado dia 30 de setembro, encontra-se em CONSULTA PÚBLICA a versão preliminar da Estratégia Nacional de Combate à Pobreza 2021-2030.

 

Tem por base uma abordagem global, multidimensional e transversal de articulação das políticas públicas e atores, definindo prioritariamente seis Eixos de intervenção, em estreita articulação com o Pilar Europeu dos Direitos Sociais e o respetivo Plano de Ação e com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030.

 

Estará em CONSULTA PÚBLICA até ao próximo dia 25 de outubro. O envio de comentários faz-se exclusivamente pelo portal ConsultaLEX.

 

PROPOSTAS EM CONSULTA PÚBLICA 

 

Integrar o pré-escolar no ensino obrigatório e assim alargar a escolaridade obrigatória aos três anos de idade, é uma das propostas que integra a versão preliminar que é agora colocado em discussão pública. A medida passa por "reforçar os apoios à frequência de creches e pré-escolar assegurando às famílias de menores recursos um acesso tendencialmente gratuito, integrando o ensino a partir dos três anos de idade na escolaridade obrigatória no médio prazo”.

 

A estratégia prevê igualmente o aumento da rede de psicólogos escolares, tida como essencial para “a deteção precoce de problemas psicológicos em meio escolar”, e a criação de mecanismos de acesso gratuito para crianças inseridas em famílias pobres a cuidados de saúde mental.

 

A existência de “técnicos de referência” que acompanharão a par e passo as situações de carência das famílias e expandir as equipas comunitárias de psiquiatria da infância e da adolescência nos serviços locais de saúde mental, são outras medidas elencadas no documento.

 

No campo das prestações sociais, está previsto o aumento da abrangência do Rendimento Social de Inserção e no campo da habitação, a estratégia pensada para os próximos nove anos, passa pela existência de crianças no agregado familiar como condição prioritária de acesso. Por sua vez, as soluções de alojamento de emergência deverão ser garantidas com a Bolsa Nacional de Alojamento Urgente e Temporário, recentemente criada.

 

Está igualmente previsto o reforço da habitação com renda acessível com um “parque habitacional público a preços acessíveis”, a construir através da reabilitação do património imobiliário do Estado.

 

A Estratégia Nacional de Combate à Pobreza 2021-2030 contempla ainda medidas dirigidas aos jovens, aos trabalhadores e aos públicos mais vulneráveis, além de “medidas transversais de preocupação com a coesão territorial”, garantindo uma “intervenção local cada vez mais com capacidade para respostas personalizadas, localizadas no território para garantir o combate às assimetrias, até no acesso aos serviços essenciais”.

 

ESTRATÉGIA NACIONAL DE COMBATE À POBREZA E A POLÍTICA DE COESÃO  

 

É de destacar a centralidade desta estratégia para a implementação da Política de Coesão, na qual contribuirá para cumprir uma condição de acesso ao financiamento ligada à existência de um quadro estratégico nacional para a inclusão social e a redução da pobreza, e no âmbito do PRR - Plano de Recuperação e Resiliência, para a qual a respetiva adoção é considerada um marco relevante para o seu apoio financeiro.

 

 

Fonte: Sapo/ Público/ Portugal.gov.pt

INOV Contacto prolonga candidaturas até 15 de outubro

Seg, 04/10/2021 - 00:00

O Programa de Estágios Internacionais INOV Contacto, que oferece aos jovens licenciados, até aos 29 anos e com formação superior, a oportunidade de realizarem um estágio remunerado lá fora, viu o prazo de Candidaturas ser prolongado até 15 de outubro.

 

Coordenado pela AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, e cofinanciado pelo PO ISE - Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, o INOV Contact oferece uma carteira de 200 Estágios em mais de 80 países e em todas as áreas de Formação.

 

Foca-se no desenvolvimento de competências internacionais através da integração em empresas de referência, pelo período de 6 a 9 meses.

 

"O programa assegura as viagens de ida e volta entre Portugal e o país de destino da entidade onde o estágio se realiza, atribui uma bolsa de formação mensal, subsídio de alimentação e ainda um subsídio de alojamento que varia entre os 1.600 e 2.000 euros líquidos, consoante o país onde forem colocados", explica a AICEP.

 

Com prazo limite até às 18h00 do dia 15 de outubro, as candidaturas das empresas e estagiários são feitas através do site do INOV Contacto.

 

Para a INSCRIÇÃO é apenas necessário, além do comprovativo de licenciatura (ou mestrado integrado), um certificado do nível de inglês, curriculum e carta de motivação.

 

O Programa inicia com uma formação em práticas internacionais, designado por Campus, que integra seminários, painéis com especialistas, workshops e dinâmicas de grupo.

 

Os temas recaem sobre o contexto de mudança do mundo, exemplos empresariais de inovação e globalização, ferramentas e abordagens inovadoras no desenvolvimento de projetos, o papel de Portugal no Mundo, assim como questões práticas da operacionalização do estágio.

 

 

Fonte: InovContacto

Páginas