Portugal 2020

Subscreva feed Portugal 2020
Actualizado: há 1 hora 37 minutos atrás

Arranca expansão do Metro de Lisboa, com apoio PO SEUR

Qui, 15/04/2021 - 00:00

Arrancou ontem, dia 14 de abril, a obra de expansão do Metro de Lisboa com a construção da linha circular, que tem apoio de fundos da União Europeia.

 

Na cerimónia de apresentação do projeto aprovado pelo PO SEUR - Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, foi assinado o Auto de Consignação referente às obras do Lote 1 do Plano de Expansão da Rede, que contou com a presença do Primeiro Ministro, António Costa, do Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes e da Presidente da Comissão Diretiva do PO SEUR, Helena Pinheiro de Azevedo.

 

O Grande Projeto ‘Expansão do Sistema do Metropolitano de Lisboa’ consiste no prolongamento da atual rede do Metro, desde a estação do Rato até à estação Cais do Sodré, cerca de 1.984 m em túnel, e na construção de dois novos viadutos no Campo Grande, totalizando cerca de 568 m, garantindo as novas ligações das linhas Amarela e Verde, para permitir a operação em Linha Circular.

 

Serão também construídas duas novas estações de metro em áreas consolidadas da cidade – Estrela e Santos - e será remodelada a estação Cais do Sodré, que constitui um dos mais importantes interfaces de Lisboa, cuja área de influência será alargada com a construção de um novo átrio e de novos acessos à superfície e de ligação com o comboio.

 

A Decisão de Execução da Comissão Europeia de 18.06.2020 aprovou a contribuição financeira para o grande projeto ‘Expansão do Sistema do Metropolitano de Lisboa’, com uma comparticipação do Fundo de Coesão de 83 M€.

 

Esta obra representa um investimento superior a 210 milhões de euros e deverá terminar daqui a três anos.

 

No próximo ano, deverá começar a expansão da linha vermelha, que vai ligar São Sebastião a Alcântara, e que terá quatro novas estações de metro: Amoreiras, Campo de Ourique, Infante Santo e Alcântara.

 

Saiba mais aqui.

 

 

Fonte: POSEUR/PortugalGov

 

 

Projeto ’Surf No Crowd’ decorre em junho nas praias de Coimbra

Qui, 15/04/2021 - 00:00

O projeto ‘Surf No Crowd’ promovido pela CIM Região de Coimbra e financiado pelo Programa Operacional CENTRO 2020 decorre nos dias 5, 12 e 19 de junho, nas praias de Cantanhede, Figueira da Foz e Mira.

 

O ‘Surf No Crowd’ tem como objetivo potenciar a prática de surf e outros desportos náuticos nas praias da Região de Coimbra que são pouco concorridas e permitem a fruição plena da modalidade.

 

O evento decorre dia 5 de junho na praia da Tocha, concelho de Cantanhede, 12 de junho nas praias de Mira e Poço da Cruz, terminando em 19 de junho nas praias da Cova Gala e Hospital, Figueira da Foz.

 

A “sustentabilidade e responsabilidade social”, a “harmonia com a natureza” e o “desporto para todos” são os motes propostos, de forma a promover as praias, as ondas e as características de cada região, conforme nota do município da Figueira da Foz.

 

O programa permite a experiência de várias atividades para todas as idades, desde 'batismos de surf', ‘free bodyboard sessions’, aulas de surf adaptado, experiências de recriação cultural, ‘workshops’ e exposições.

 

Gonçalo Cadilhe, escritor de viagens e surfista, Miguel Blanco, bicampeão nacional de surf, e Cláudia Pinto, apresentadora e modelo, são os embaixadores que vão participar nesta iniciativa.

 

Todas as atividades vão ter uma participação limitada, sujeitas, por isso, a uma inscrição prévia.

 

Mais do que a procura do melhor spot [local] para a prática de surf e desportos náuticos, o foco é unir três municípios num destino ímpar. Longe das confusões, perto das melhores ondas.

 

 

Fonte: C.M. Figueira da Foz/CIM Coimbra/SurfNoCrowd

Inaugurado o Centro Biomarinho da Nazaré

Qui, 15/04/2021 - 00:00

No dia 13 de abril foi inaugurado o Centro Biomarinho da Nazaré da empresa Oceano Fresco, um projeto com o apoio do Programa Operacional MAR 2020.

 

O Centro Biomarinho, localizado no porto da Nazaré, tem como missão contribuir para a produção sustentável de alimentos, integrando uma maternidade de bivalves, para reprodução das espécies ameijoa boa e ameijoa macha, e laboratórios de I&D, com uma equipa de investigadores altamente qualificados.

 

Foi concebido para fomentar a inovação, melhoramento e produção de espécies de bivalves 'premium' de alta qualidade.

 

A Oceano Fresco, empresa promotora do projeto, dispõe deste Centro BioMarinho de ponta e de um viveiro de 100 hectares em mar aberto ao largo da costa do Algarve.

 

Este projeto, apoiado pelo MAR 2020, corresponde a um investimento total de 2,2 milhões de euros, com um apoio público de 1,1 milhões de euros.

 

Estiveram presentes na cerimónia de inauguração o Ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, e a Secretária de Estado das Pescas, Teresa Coelho.
 

Decorreu ainda uma reunião trabalho entre o Ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, a Secretária de Estado das Pescas, Teresa Coelho, a Gestora do PO MAR 2020, Dina Ferreira, e o Diretor da DRAP-LVT, Lacerda Fonseca, no âmbito da avaliação e agilização dos processos relacionados com os projetos MAR 2020.

 

 

 

 

Fonte: PortugalGov/Mar2020/OceanoFresco

NORTE 2020 aprova grandes apoios para a Ciência na região

Qua, 14/04/2021 - 00:00

O Programa Operacional NORTE 2020 tem aprovado, ou em fase final de aprovação, um dos mais robustos pacotes de sempre de apoio às infraestruturas científicas e a projetos de Investigação & Desenvolvimento na região.

 

O conjunto de financiamentos da União Europeia, recentemente apresentado, ascende a 61 milhões de euros, num investimento total de 72 milhões, a realizar até 2023.

 

Entre esses está o CENTRO COMPREENSIVO DO CANCRO DO PORTO (P.CCC), que agregará o Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto e o i3S Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto, tendo por objetivo promover a investigação e inovação de ponta e transformar o futuro dos cuidados oncológicos, através da disponibilização de produtos para o rastreamento, diagnóstico e terapia do cancro.

 

Nesse âmbito, serão desenvolvidos biomarcadores para vigilância de pacientes oncológicos e familiares em risco, novas metodologias de diagnóstico e prognóstico e estratégias terapêuticas, modelos experimentais de pesquisa pré-clínica e ensaios clínicos iniciais para medicamentos novos ou reaproveitados.

 

Os restantes projetos deste pacote dizem respeito a:

 

  • INFRAESTRUTURAS PARA INVESTIGAÇÃO DA QUÍMICA BIOLÓGICA E A GENÉTICA - Instituto de Biologia Molecular e Celular, IBMC

 

  • COMPUTAÇÃO AVANÇADA E A INVESTIGAÇÃO EM RECURSOS MICROBIANOS - Universidade do Minho

 

  • DESENVOLVIMENTO DA MICROSCOPIA AVANÇADA PARA AS CIÊNCIAS DA SAÚDE -Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, INL

 

  • INVESTIGAÇÃO EM NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

 

  • DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA O TRATAMENTO DE NUTRIENTES, ÁGUA E ENERGIA - Fraunhofer Portugal

 

  • DIGITALIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO CLÍNICA NO NORTE DE PORTUGAL (envolvendo o Centro Clínico Académico), este último em fase final de aprovação.

 

Também no pipeline de aprovação, em fase final de análise, encontra-se o projeto BIOPOLIS, promovido pelo ICETA - Instituto de Ciências, Tecnologias e Agroambiente da Universidade do Porto, para a criação de um centro de excelência em biologia ambiental, Ecossistemas e agrodiversidade, investimento que ascende a 13 milhões de euros, com um financiamento de 11 milhões.

 

 

Fonte: NORTE2020

 

 

https://www.youtube.com/watch?v=dD69Dp_xxPA

 

 

Novo sistema de controlo e redução de perdas de água em Vila Verde

Qua, 14/04/2021 - 00:00

A empreitada de implementação de um sistema de Controlo e Redução de Perdas de Água da Rede Pública de Vila Verde está concluída, com o apoio do PO SEUR - Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

 

O projeto permitirá um melhor controlo do abastecimento no concelho, através da instalação de equipamentos que fazem a monitorização de eventuais perdas e quedas na pressão do sistema de adução e distribuição.

 

“Com esta intervenção, o município de Vila Verde dá continuidade à implementação de medidas estruturais que visam a melhoria da gestão e exploração do sistema de abastecimento de água, com a instalação de 58 zonas de medição de caudais e de pressurização da água na rede pública”, de acordo com a Câmara Municipal de Vila Verde.

 

O novo sistema foi financiado pela União Europeia através do PO SEUR, com uma contribuição de Fundo de Coesão de 359.529 euros.

 

 

 

Fonte: C.M.VilaVerde

PO ISE lança novo Aviso ‘Formação de públicos estratégicos’

Qua, 14/04/2021 - 00:00

O PO ISE - Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, lançou um novo Aviso de concurso relativo a ‘Formação de públicos estratégicos’.

 

A Autoridade de Gestão informa que o período para submissão de candidaturas ao AVISO nº POISE-36-2021-09, irá decorrer entre as 9h00 do dia 15 de abril e as 18h00 do dia 27 de maio de 2021.

 

Promovido pela CIG - Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, e cofinanciado pelo PO ISE, o Aviso tem uma dotação financeira indicativa de 6.500.00€ (seis milhões e quinhentos mil euros) e visa alcançar uma meta de realização de 16.250 participações em Ações de Formação de Públicos Estratégicos.

 

Para efeitos de financiamento são consideradas elegíveis as ações que concorram para os objetivos da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação 2018-2030 'Portugal + Igual', nomeadamente a formação de públicos estratégicos com intervenção no domínio da prevenção e combate a todas as formas de violência contra as mulheres e violência doméstica.

 

Tem como destinatários profissionais do sector público que, em algum momento e segundo diversos graus de especialização e exigência, tenham ou possam vir a ter intervenção em contexto de violência contra as mulheres ou vítimas de violência doméstica.

 

Consulte o AVISO publicado no site do PO ISE em Avisos Abertos ou no Balcão 2020 - Domínio Temático INCLUSÃO SOCIAL E EMPREGO.

 

 

Fonte: POISE

Apresentações do webinar 'A Capacitação no Ecossistema das Políticas Estruturais'

Ter, 13/04/2021 - 00:00

Decorreu hoje o webinar ‘A Capacitação no Ecossistema das Políticas Estruturais’ promovido pela AD&C - Agência para o Desenvolvimento e Coesão, IP., cujas Apresentações efetuadas nos Painéis já estão disponíveis.

 

Assumindo a correlação entre a boa governança e os resultados da Política de Coesão, torna-se essencial autonomizar o estudo desta componente, integrando-a desde já no desenho do próximo Portugal 2030.

 

Foi com esta premissa, e no âmbito da preparação do próximo ciclo de programação, que a AD&C colocou em marcha a elaboração de um 'Roteiro para a Capacitação do Ecossistema dos Fundos da Política de Coesão para o período 2021-2027'. 

 

Este webinar foi em si mesmo um instrumento para a construção deste roteiro, tendo sido constituído por dois painéis:

•    'REFORÇAR A CAPACITAÇÃO NAS POLÍTICAS ESTRUTURAIS', com a apresentação de John Bachtler, Diretor do EPRC-European Policy Research Center;

•    'CONSTRUIR UM ROTEIRO NACIONAL PARA A CAPACITAÇÃO', com a participação de Sérgio Barroso, Diretor do CEDRU, António Magalhães da Cunha, Gestor do Norte 2020, Paula Silvestre, Diretora da AEP, Jorge Brito, Secretário Executivo da CIM Coimbra e Paulo Feliciano, Investigador do ISCTE-IUL. 

 

Saiba mais nas apresentações de John Bachtler e de Sérgio Barroso.

O evento contou ainda com as intervenções iniciais de Nuno Santos, Presidente do Conselho Diretivo da AD&C e de Nicola De Michelis, Diretor da DG Regio da Comissão Europeia, e com as notas conclusivas de Duarte Rodrigues, Vice-Presidente do Conselho Diretivo da AD&C.

 

 

Fonte: AD&C
 

 

‘Bezaranha’ promove Cultura no Algarve em tempo de pandemia

Ter, 13/04/2021 - 00:00

O Algarve tem, pela primeira vez, uma rede constituída pelos 16 municípios, a Direção Regional de Cultura e mais agentes culturais da região para concretizar um projeto conjunto na área da Cultura, que  será publicamente apresentado, online, no próximo dia 15 de abril.

 

‘Bezaranha’ é o nome do projeto, que apresenta uma programação cultural em rede e que resulta de uma candidatura que a AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve submeteu, no âmbito do Programa Operacional CRESC Algarve 2020, aprovada a 30 de dezembro de 2020.

 

A programação abrange um conjunto de iniciativas e eventos culturais em todos os concelhos algarvios, contribuindo para apoiar os artistas locais de cada município, realizando também itinerâncias entre concelhos.

 

Outra vertente do programa, passa por valorizar o território, nomeadamente com a promoção de eventos ao ar livre o que, por um lado, permite adaptar os eventos às condicionantes da realidade pandémica e, por outro, programar a atividade cultural nos monumentos, em locais históricos e mesmo em locais não convencionais.

 

Com este projeto pretende-se, também, dinamizar o turismo cultural e captar novos públicos e visitantes para a região, como contributo para a atividade turística e combate à sazonalidade.

 

Devido à pandemia, a atividade cultural na região baixou drasticamente, sendo esta uma proposta de apoio à cultura à escala intermunicipal.

 

O investimento total do projeto, que é financiado pelo Programa Operacional CRESC Algarve 2020 e FEDER- Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, é de 800 mil euros.

 

 

 

Fonte: DRCAlgarve

Mar 2020 atinge 50% de taxa de execução

Ter, 13/04/2021 - 00:00

O Programa Operacional Mar 2020 já atingiu 50% de taxa de execução, tendo sido aprovados até ao momento mais de 5 500 projetos.

 

O Programa dispõe de 392,5 M de euros do FEAMP - Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas, para serem executados até 31 de dezembro de 2023, estando, em finais de março, 50% deste montante já executado pelos beneficiários.

 

Para garantir que os beneficiários dispõem de liquidez suficiente para realizarem os seus projetos, 60% do apoio público aprovado já foi pago.

 

As prioridades de investimento que apresentam o maior dinamismo da execução são as dedicadas a 'Promover a comercialização e a transformação dos Produtos da Pesca e Aquicultura' e a 'Promover uma pesca ambientalmente sustentável, eficiente em termos de recursos, inovadora, competitiva e baseada no conhecimento' com, respetivamente, 67% e 57% da dotação programada já executada.

 

Até ao momento, foram aprovados 5 574 projetos que envolvem um investimento de 695,7 milhões de euros.

 

Fecha-se o primeiro trimestre com 21,8 milhões de euros de investimento realizado, entre janeiro e março, representando um acréscimo de 2,6 milhões de euros face ao primeiro trimestre de 2020.

 

Veja aqui o PONTO DE SITUAÇÃO do Mar 2020.

 

 

Fonte: Mar 2020

 

Nova plataforma de debate para cidadãos europeus

Ter, 13/04/2021 - 00:00

A partir de 19 de abril, os cidadãos de toda a Europa poderão expressar os seus pontos de vista sobre quaisquer questões que considerem importantes para o futuro da União Europeia, através de uma nova plataforma digital multilingue.

 

Será possível aos cidadãos apresentarem, pela primeira vez a um nível europeu, as suas ideias, comentarem as ideias de outros cidadãos, criarem e participarem em eventos.

 

O Conselho Executivo do Parlamento Europeu aprovou esta plataforma digital que irá permitir que todos os cidadãos europeus da UE contribuam para a Conferência sobre o Futuro da Europa a realizar no Dia da Europa (9 de maio).

 

A plataforma será o núcleo central da Conferência, um espaço onde serão reunidos e partilhados todos os contributos dos cidadãos, incluindo eventos descentralizados, painéis dos cidadãos europeus e sessões plenárias da Conferência.

 

A plataforma contém um mecanismo sofisticado que reunirá e analisará as principais questões levantadas pelos cidadãos, que serão incluídas nos painéis de cidadãos europeus e as sessões plenárias da Conferência.

 

Além disso, disponibilizará informação sobre a estrutura e o trabalho de Conferência, bem como recursos úteis para os organizadores de eventos, incluindo um catálogo dos eventos principais, através do qual poderão promover as suas iniciativas a nível local, regional, nacional e europeu.

 

Graças a um mapa de eventos, os cidadãos poderão facilmente procurar aqueles em que pretendam participar.

 

Paralelamente, o Conselho Executivo fez progressos significativos na preparação do evento formal da Conferência que terá lugar no Dia da Europa (9 de maio de 2021), dependendo das condições sanitárias que então se verifiquem.

 

Saiba mais aqui.

 

 

Fonte: PE

Presidência UE promove Conferência sobre Universidades Europeias

Ter, 13/04/2021 - 00:00

No próximo dia 14 de abril realiza-se a conferência digital ‘Universidades Europeias: na vanguarda da transformação na educação, na investigação e na inovação’, promovida pela Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.

 

O encontro internacional tem como foco de discussão a importância das universidades europeias enquanto redes internacionais de conhecimento, de cocriação, de formação colaborativa, do desenvolvimento regional e coesão europeia, bem como da promoção da identidade europeia através dos ecossistemas de conhecimento e inovação.

 

Esta conferência reúne representantes de universidades europeias, incluindo reitores, presidentes e coordenadores, mas também estudantes, investigadores e pessoal académico, com representantes da Comissão Europeia e dos Estados-Membros, bem como partes interessadas relevantes das empresas e da sociedade.

 

Os Painéis de Discussão abordarão os principais tópicos da agenda da Iniciativa das Universidades Europeias, incluindo o potencial de transformação destas alianças transnacionais, como as Universidades europeias podem contribuir para os objetivos de criar uma sociedade verde, digital e inclusiva, bem como fornecer o futuro e habilidades avançadas para a transformação da sociedade.

 

O painel final envolverá representantes dos governos das regiões da RUN-EU - Rede Regional Europeia da Universidade Europeia, para discutir o papel das Universidades Europeias no desenvolvimento regional e na liderança dos ecossistemas regionais de inovação, como forma de criar uma Zona de Desenvolvimento Interregional.

 

A European Universities Initiative foi lançada em 2017 com a visão de criar as universidades do futuro e revolucionar a qualidade e a competitividade do ensino superior europeu.

 

Mais de 280 instituições de ensino superior dos 27 estados membros estão a testar diferentes modelos de cooperação para 'redes ascendentes de universidades em toda a UE, que permitirão aos estudantes obter um diploma combinando estudos em vários países da UE e contribuir para a competitividade internacional da Europa universidades '.

 

Prevê-se que estas alianças terão um papel pioneiro na transformação da educação, investigação e inovação em toda a Europa.

 

Saiba mais aqui

 

 

Fonte: 2021PortugalEU

Projeto ‘EUROPA OneStopShop ’ cria balcão único de apoio aos utilizadores

Seg, 12/04/2021 - 00:00

Já está online o website do Projeto 'EUROPA OneStopShop - Deep Renovation & Energy Efficient Buildings', com um balcão único que vai ajudar os utilizadores.

 

Aprovado no âmbito do Programa Horizonte 2020, este projeto visa o desenvolvimento de uma subscrição de eficiência energética associada a um serviço de assistência técnica, na forma de um Balcão Único (One-Stop-Shop), permitindo a coordenação e apoio ao investimento dos utilizadores finais.

 

Esteja atento aos próximos desenvolvimentos no âmbito do Projeto EUROPA OneStopShop.

 

 

Fonte: Projeto EUROPA

 

Projeto português FLEXCRAFT ganha prémio internacional

Seg, 12/04/2021 - 00:00

O projeto português FLEXCRAFT, um conceito de aeronave modular e pilotada remotamente, que permite reconfiguração rápida da cabina para múltiplas missões, venceu o International Design Awards’ (IDA), na categoria de Design de Transportes.

 

O projeto futurista contou com o financiamento do Programa Operacional COMPETE 2020, através do FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional,

 

É o resultado do trabalho de um consórcio português liderado pela Sociedade de Engenharia e Transformação, S. A. que reuniu a Embraer Portugal, Instituto Superior Técnico (IST), Almadesign, Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial (INEGI) e que contou com o apoio da Embraer S.A. (Brasil).

 

Com capacidade de aterragem e descolagem em pistas curtas e uso de fontes alternativas de energia, o conceito busca fomentar ideias de transformação do futuro da mobilidade aérea, combinando as perspectivas humana, tecnológica, social e económica de forma sustentável.

 

O IDA destacou a experiência dos passageiros por meio da flexibilidade de design das fuselagens e novas tecnologias.

 

Entre as possibilidades estudadas para utilização estão o transporte de passageiros e carga, apoio a atividades de proteção civil, vigilância, evacuação aeromédica, agricultura, entre outros.

 

A pesquisa científica teve o objetivo de elevar de forma integrada as tecnologias críticas deste conceito, tais como configuração, soluções de flexibilidade e processos de produção e materiais.

 

Através do projeto FLEXCRAFT foi possível avaliar, entre outros, o desenvolvimento de novos processos de produção, tecnologias ecoeficientes e integração de novos materiais, entre outras frentes de pesquisas.

 

 

Fonte: FlexCraft/Compete2020

 

 

Aprovados 5 projetos destinados a integrar migrantes e refugiados

Seg, 12/04/2021 - 00:00

Foram aprovados 5 projetos destinados a integrar migrantes e refugiados, no total de 1,4 milhões de euros e com 75% desse montante financiado por fundos da União Europeia.

 

Enquanto Autoridade responsável do FAMI - Fundo para o Asilo, para a Migração e Integração, a SGMAI - Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna deu luz verde a projetos de 5 entidades: Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), Câmara Municipal do Fundão, Fundação Terras de Santa Maria da Feira, AMIZADE – Associação de Imigrantes de Gondomar e da PAP – Associação Pão a Pão (Lisboa).

 

O município do Fundão, através do seu Centro de Capacitação para Nacionais de Países Terceiros, propôs um programa de capacitação, formação e acolhimento na cultura portuguesa – no valor de 848,4 mil euros, comparticipado em 636,3 mil euros – para reforçar a atração de migrantes e garantir a sua posterior integração no mercado de trabalho nacional. 

 

O projeto da Cruz Vermelha Portuguesa, no valor de 376 mil euros e comparticipado em 282 mil euros pelo FAMI, visa contribuir para a efetiva integração de migrantes e refugiados – residentes no concelho de Coimbra e com baixas qualificações profissionais – no mercado de trabalho.

 

A PAP – Associação Pão a Pão apresentou um projeto destinado a aumentar a capacidade de integração no mercado de trabalho de refugiados e migrantes oriundos de países terceiros, no valor de 79,1 mil euros (dos quais 59,3 mil euros comparticipados pelo FAMI).

 

O projeto da Fundação Terras de Santa Maria da Feira, com um investimento de 73,4 mil euros e comparticipado em 55,1 mil euros, destina-se a melhorar o perfil de empregabilidade e apoiar a integração no mercado de trabalho de migrantes estrangeiros.

 

O quinto e último projeto, da AMIZADE – Associação de Imigrantes de Gondomar, no montante de 36,7 mil euros (27,5 mil comparticipados pelo FAMI), visa criar e desenvolver sessões de formação junto de migrantes para promover as respetivas competências profissionais e capacidade de empreendedorismo.

 

Note-se que, no âmbito do atual quadro comunitário Portugal 2020, a SGMAI aprovou 302 projetos com apoios do FAMI – nas áreas da Integração, do Acolhimento e Asilo e do Retorno -, envolvendo a atribuição de 67,1 milhões de euros.

 

Saiba mais aqui.

 

 

Fonte: SGMAI

Clubes de Ciência Viva nas escolas algarvias

Seg, 12/04/2021 - 00:00

O Programa Operacional CRESC Algarve 2020, aprovou na sua última reunião, as candidaturas apresentadas pelos Agrupamentos de Escolas da Região, de constituição e funcionamento de Clubes de Ciência Viva nas Escolas.

 

Os Clubes de Ciência Viva na Escolas, pelo seu contributo na valorização do conhecimento nas áreas científicas e tecnológicas, e do ensino experimental da ciência, em todos os níveis de ensino, constituem um dos instrumentos privilegiados na promoção do sucesso escolar.

 

No âmbito desta iniciativa serão apoiadas as atividades que concorram para:

 

  • A produção de conteúdos técnicos especializados
     
  • A produção de ferramentas e conteúdos digitais
     
  • A realização de encontros, seminários e workshops
     
  • A realização de visitas de estudo e deslocações, e outras formas de partilha de conhecimentos, experiências e boas práticas entre agrupamentos de escolas/escolas não agrupadas

 

Com estes novos Clubes de Ciência Viva na Escola, a Região do Algarve ficará coberta com uma rede dotada de melhores condições para promover o ensino experimental das ciências e promover a interação entre as escolas, as instituições de ensino superior, a comunidade científica e as empresas.

 

Veja aqui os 17 Agrupamentos de Escolas que viram as suas candidaturas aprovadas.

 

 

Fonte: CrescAlgarve2020

Concurso de Ideias para 'Smart Cities' no Alentejo

Seg, 12/04/2021 - 00:00

No âmbito do projeto Startup LABWARE, cofinanciado pelo Programa Operacional ALENTEJO 2020, é lançado o Concurso de Ideias Startup LABWARE dirigido à comunidade académica da Universidade de Évora e a empreendedores com residência fiscal na região, para procura de soluções na área das Smart Cities.

 

O concurso de ideias tem como objetivo financiar e premiar projetos e ideias de negócio de base tecnológica que respondam a desafios para o desenvolvimento urbano do Alentejo, e que se enquadrem nas temáticas de Smart Economy, Smart Mobility, Smart Environment, Smart People, Smart Living e Smart Governance.

 

Os três projetos vencedores receberão vouchers no valor de 2500€, 2000€ e 1500€ para aquisição de equipamento tecnológico. Adicionalmente, será ainda atribuído um prémio de 2100€ aos quatro melhores projetos.

 

As inscrições estão abertas até ao dia 31 de maio e podem ser feitas no site startup.alentejo.pt/ideias-e-premios.

 

Os prémios suplementares Startup LABWARE estão integrados nos concursos regionais Poliempreende dos Institutos Politécnicos de Beja, Portalegre, Santarém e Setúbal. Dirigidos aos alunos destas instituições, pretendem igualmente premiar projetos e ideias na área das Smart Cities.

 

Em cada Instituto Politécnico, o projeto vencedor dentro desta temática receberá um voucher de 500€ para aquisição de equipamento tecnológico e os quatro melhores projetos receberão um prémio de 2100€.

 

O Startup LABWARE, financiado pelo ALENTEJO 2020, visa apoiar iniciativas de empreendedorismo de alta intensidade tecnológica, focadas na temática das cidades inteligentes, que sejam desenvolvidas a partir da região do Alentejo (NUT II) e que tenham impacto direto na gestão e necessidades emergentes do ambiente de cidade.

 

Este concurso é promovido pelo PACT - Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia, em conjunto com a ADRAL - Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo.

 

 

Fonte: Alentejo2020/StartupLabware

Consulta Pública | Combate ao Racismo e à Discriminação

Sex, 09/04/2021 - 00:00

A proposta de Plano Nacional de Combate ao Racismo e à Discriminação entrou em Consulta Pública para recolha de contributos até 10 de maio de 2021.

 

No quadro da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, responde-se assim ao apelo do Plano de ação da União Europeia contra o Racismo 2021-2025 para que os Estados Membros aprovem planos nacionais até final de 2022.

 

O Plano visa concretizar o Direito à Igualdade e à Não Discriminação como alicerce da democracia portuguesa, através de uma estratégia de atuação nacional, que reforce os meios destinados à prevenção e combate ao racismo, através de medidas transversais e direcionadas aos vários setores e áreas governativas.

 

A proposta colocada em Consulta Pública identifica as seguintes 10 áreas prioritárias de intervenção:

 

  • Governação, informação e conhecimento
  • Educação e cultura
  • Ensino superior
  • Trabalho e emprego
  • Habitação
  • Saúde e ação social
  • Justiça, segurança e direitos
  • Participação e representação
  • Desporto
  • Meios de comunicação e o digital

 

O envio de comentários e documentos, no âmbito da presente consulta pública, faz-se exclusivamente pelo portal ConsultaLEX e pressupõe a inscrição na plataforma.

 

PARTICIPE! Para que este seja um verdadeiro instrumento de transformação coletiva e de reforço da coesão social.

 

 

 

Fonte: República Portuguesa/ConsultaLEX

‘Aveiro Tech City’ distinguido pela Universidade de Harvard

Sex, 09/04/2021 - 00:00

O projeto Aveiro Tech City, na forma como conseguiu envolver as pessoas, foi reconhecido pela Universidade de Harvard, que distinguiu a cidade portuguesa com o Innovation in Community Engagement Award 2020.

 

O reconhecimento foi atribuído pela Centro de Tecnologia e Empreendedorismo de Harvard na terceira edição dos Annual City Innovation and Innovator Awards – iniciativa que distingue as cidades pela forma como estas abordam os desafios da Inovação Urbana,Inclusão Social e Transformação Tecnológica.

 

O projeto Aveiro Tech City tem como missão implementar iniciativas com benefícios claros para os cidadãos "para que se consiga ganhar a confiança da população para a importância da tecnologia e da recolha de dados e de como isso ajuda na gestão das cidades e na transformação digital das empresas, em particular nas PMEs”, refere a autarquia de Aveiro.

 

Desde o seu arranque em 2019, o projeto tem transformado “o município num laboratório tecnológico a céu aberto e implementou o ensino do futuro, disponibilizando, entre várias coisas, a aprendizagem de robótica, programação informática ou impressão 3D”.

 

O Aveiro Tech City, que resulta de uma parceria entre a cidade de Aveiro, a Universidade de Aveiro, a Altice Labs, a CEDES e a Inova Ria, tem neste momento um investimento global de 9 milhões de euros, em que 6,1 milhões correspondem ao Aveiro STEAM City, cofinanciado pelo FEDER - Fundo de Desenvolvimento Regional, através do programa Urban Innovative Actions em 4,8 milhões de euros.

 

Saiba mais aqui.

 

 

 

Fonte: Smart Cities/C.M.Aveiro

Nova unidade móvel de Saúde em Oliveira do Hospital

Sex, 09/04/2021 - 00:00

Oliveira do Hospital tem uma nova Unidade Móvel, com apoio de fundos da União Europeia, que já foi entregue ao Centro de Saúde local.

 

A viatura, 100% eléctrica, está adaptada para prestar cuidados de saúde à população, nomeadamente aos grupos mais vulneráveis e que se encontram mais distantes do Centro de Saúde ou que apresentam maiores dificuldades de transporte e mobilidade, como a população idosa.

 

Esta Unidade Móvel de Saúde (UMS) foi adquirida no âmbito do projeto 'Região de Coimbra + Proximidade', que une a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC), os seus municípios, a ARS Centro e os Agrupamentos de Centros de Saúde.

 

O projeto visa fornecer a todos os municípios da Região de Coimbra uma unidade móvel de saúde e foi objeto de uma candidatura aprovada pelo Programa Operacional CENTRO 2020, com um investimento total de mais de 560 000 euros.

 

A viatura eléctrica de passageiros de cinco lugares inclui uma bancada de trabalho, contentores de acondicionamento e transporte de resíduos hospitalares, sistema de fixação dos equipamentos, um dispensador de gel desinfectante, um nebulizador ultra-sónico, um aspirador de secreções e um monitor ambulatório de pressão arterial e oxímetro.

 

Trata-se de um equipamento que vem melhorar a qualidade assistencial de proximidade nos cuidados de saúde, nomeadamente domiciliário.

 

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, destacou estas mais valias, durante a sessão de entrega das chaves da viatura, que contou com a presença de profissionais do Centro de Saúde local e da presidente da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC).

 

 

Fonte: C.M. Oliveira do Hospital

Projeto português 'UVtizer' vai ajudar a combater a pandemia de COVID-19

Sex, 09/04/2021 - 00:00

O UVtizer desinfeta o ar e higieniza as superfícies sem agentes químicos e chega ainda este ano para ajudar a combater doenças infeciosas com elevado nível de contágio, como a COVID-19.

 

O UVtizer é um projeto em copromoção, cofinanciado pelo Programa Operacional COMPETE 2020, através do FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

 

Trata-se do mais recente equipamento desenvolvido pelo CeNTI, em parceria com o iMM - Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes e pelas empresas portuguesas Castros S.A. e Matglow, e permite desinfetar múltiplas superfícies em simultâneo sem recorrer a agentes químicos.

 

Em comunicado, o CeNTI explica que na base da inovação está a integração de luz UV-C. O equipamento incorpora também sistemas de sensorização, robótica, mecânica, ventilação e funcionalização de materiais, de modo a assegurar uma higienização rápida e eficaz.

 

Em fase final de prototipagem, o UVtizer permitirá desinfetar o ar e higienizar superfícies em pavimentos, revestimentos e mobiliário de vários materiais, como madeiras, plásticos, metais, têxteis e cerâmicos.

 

 

Fonte: Centi

Páginas