Reportagem sobre Projeto Culatra 2030 vence Prémio de Jornalismo «Fernando de Sousa»

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve) felicita os jornalistas da RTP Duarte Baltazar e João Junça pela vitória no Prémio de Jornalismo «Fernando de Sousa», promovido pela Representação em Portugal da Comissão Europeia.

Lançado no Dia da Europa, em 9 de maio de 2016, este Prémio de Jornalismo homenageia Fernando de Sousa (16 de fevereiro de 1949 – 9 de outubro de 2014), jornalista português de referência especializado em assuntos europeus, que exerceu funções na RDP, BBC, Diário de Notícias e SIC. Foi correspondente em Londres, na Alemanha e em Bruxelas, tendo sido um dos primeiros correspondentes portugueses na capital belga e junto dos serviços da União Europeia.

Fernando de Sousa foi o jornalista português que mais cimeiras europeias acompanhou, sendo coapresentador de Europa XXI e Os Europeus, transmitidos na SIC Notícias. Em 2006 foi feito Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

A reportagem «Linha da Frente: o despertar da ilha», produzido pela delegação da RTP no Algarve, destacou-se “pela excelente forma como está escrita e pela ligação, explícita e genuína, a um tema europeu por várias frentes, sem ser institucional ou fatigante”, segundo o júri Prémio de Jornalismo «Fernando de Sousa», conseguindo “tornar interessante a dimensão local tornando assim, também, a União Europeia interessante para o público uma vez que este se consegue identificar”.

Uma reportagem que se integra plenamente na divulgação e valorização do papel da União Europeia junto dos cidadãos. A CCDR Algarve é parceiro ativo do projeto CULATRA 2030, integrando o Comité Insular, no contexto do processo de certificação para a sustentabilidade no âmbito da SMILO - Sustainable Islands Organisation.