Comissão de Acompanhamento aprecia positivamente desempenho do CRESC ALGARVE 2020

A Comissão de Acompanhamento do Programa Operacional Regional CRESC Algarve 2020 apreciou positivamente os níveis de desempenho do programa, nomeadamente dos indicadores conjunturais de monitorização da execução e de compromisso.

Durante a reunião, perante os representantes da Comissão Europeia e da Agência para a Coesão e Desenvolvimento, das autarquias locais da região e de diversas organizações públicas e privadas, o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve) e da Comissão Diretiva do CRESC Algarve 2020, Francisco Serra, reforçou que a «a taxa de execução está em 17%, mas com boas perspetivas de crescimento até ao final do ano», registando-se uma taxa de compromisso que ronda 60% dos fundos do Programa.

Reunida pela 10.ª vez na CCDR Algarve, em Faro, este encontro da Comissão de Acompanhamento serviu, igualmente, para fazer um ponto de situação da execução dos nove eixos de intervenção prioritária, bem como das expetativas para o Algarve resultantes da Reprogramação do Portugal 2020 e das ações implementadas ao abrigo da Estratégia de Comunicação do CRESC Algarve 2020, particularmente sobre os investimentos e eventos no âmbito do Ano Europeu do Património Cultural.

Após a reunião, uma delegação da Comissão de Acompanhamento visitou a Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve, em Faro, onde tiveram oportunidade de conhecer o estado de desenvolvimento dos Cursos de Especialização Tecnológica (CET’s), em várias áreas da atividade hoteleira, promovidos pelo Turismo de Portugal, os quais são cofinanciados no âmbito do CRESC Algarve 2020, com verbas provenientes do Fundo Social Europeu (FSE).

No caso concreto do CRESC Algarve 2020, as verbas disponíveis do FSE totalizam 94,3 Milhões de Euros aplicáveis em projetos a desenvolver nos eixos prioritários “Investir no Emprego”, “Afirmar a Coesão Social e Territorial”, “Reforçar as Competências” e “Modernizar e Capacitar a Administração”.

ESCOLA DE HOTELARIA E TURISMO, UMA HISTÓRIA DE SUCESSO

A Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve foi criada em 1967 tendo em vista melhorar os níveis de qualificação da população empregada na hotelaria, restauração e turismo no Algarve.

Desde 1995 que a Escola está instalada no antigo Convento São Francisco onde, após obras de restauro e adaptação da autoria do Arquiteto Carrilho da Graça, o edifício oferece excelentes condições de realização de formação para jovens e adultos do setor.

Para além da Formação Inicial de Jovens na tipologia de dupla-certificação, nas áreas de Cozinha/Pastelaria, Restauração e Bebidas e Operações Turísticas e Hoteleiras, a Escola realiza igualmente CET’s nas áreas de formação de Cozinha, Pastelaria, Restauração e Bebidas, Alojamento, Turismo e Turismo de Ar Livre, com o apoio dos fundos da União Europeia.

Paralelamente, para os ativos do setor, que procuram através da formação melhorar as suas competências e gerar mecanismos de progressão de carreira, a Escola promove um conjunto de ações de formação nas diversas áreas técnicas, comportamentais, gestão, línguas, consultadoria, entre outras