ALGARVE 2020 aprovou primeiros dez projetos com potencial relevância no combate à COVID-19

O Programa Operacional do Algarve CRESC Algarve 2020 aprovou as primeiras candidaturas de acesso ao financiamento de empresas com investimentos em bens ou serviços com potencial relevância no combate à doença COVID-19.

A decisão da Comissão Diretiva do CRESC Algarve 2020, permite fazer chegar o apoio europeu a empresas que apostaram em investimentos novos ou melhorados, de serviços, métodos de fabrico, logística ou de distribuição. Os projetos são protagonizados por empresas de pequena dimensão que identificaram oportunidades proporcionadas pela pandemia e criaram, reconverteram ou adaptaram os seus serviços para a produção e comercialização de máscaras, viseiras, publicidade ou mesmo na certificação de produtos.

O montante total de fundos da União Europeia atribuídos aos projetos aprovados é de Dois Milhões de Euros e a sua plena concretização permitirá um investimento total superior a Três Milhões de Euros no Algarve e a criação ou manutenção de várias dezenas de postos de trabalho.

Com uma unidade fabril prevista para São Bartolomeu de Messines, no concelho de Silves, o projeto luso-italiano “Ambition & Honesty – Equipamentos Médicos” está vocacionado para a rotulagem e esterilização de dispositivos médicos e outros artigos e equipamentos hospitalares; indústria e distribuição por grosso e a retalho de preparações e artigos farmacêuticos, de importação e exportação, fabrico, montagem, acondicionamento, execução, renovação, remodelação instrumentos e dispositivos médicos, médico-cirúrgicos e outros artigos e equipamentos hospitalares; importação e exportação, fabrico e distribuição por grosso e a retalho de artigos de higiene pessoal e cosméticos; fabrico e distribuição por grosso e a retalho de artigos têxteis e vestuário.

Antes da pandemia, a empresa “Muse´s & Soul” tinha em curso, um negócio de criação de uma linha de produção em Albufeira, que se destinava à fabricação de têxteis personalizados. No entanto a beneficiária resolveu interromper o projeto da instalação dessa unidade, para o reconverter numa linha de montagem de mascaras cirúrgicas. O projeto contempla obras de remodelação, aquisição de máquina automática de máscaras, sistema embalamento individual, túnel esterilização, equipamento informático e certificação do produto.

O projeto da “Growing Particle” está dirigido para a produção de um gel alcoólico a 70% para desinfeção das mãos, um bactericida não corrosivo para aplicação em superfícies em contacto com os alimentos e um higienizante de superfícies, com álcool e bactericida, sem cloro, para aplicação em vários espaços e superfícies.

Os outros projetos aprovados são das empresas LabPrint, World Wide Design, Pink Pigments, DOP – Digital Offset Print, Opção Relâmpago Publicidade, ZENonline e Janela das Ideias (na foto), os quais estão centrados na aquisição de equipamentos ou reforço da capacidade produtiva para a produção de máscaras, viseiras, barreiras / divisórias em PVC ou acrílico, publicidade e diversos suportes destinados a estabelecimentos comerciais.

Recorde-se que o Programa Operacional CRESC ALGARVE 2020 lançou três avisos destinados a apoiar projetos em todas as áreas de atividade associada ao COVID-19, para os quais reservou um montante indicativo de Doze Milhões de Euros, de forma a dar resposta às necessidades imediatas e a médio prazo de empresas e instituições do Algarve, encontrando-se mais algumas dezenas de candidaturas em apreciação, devendo ser conhecidas mais aprovações até ao final desta semana.

 

Consulte AQUI outros avisos que AINDA se encontram abertos no âmbito do CRESC Algarve 2020.