Portugal 2020

Subscreva feed Portugal 2020
Notícias
Actualizado: há 1 hora 9 minutos atrás

Primeira edição on-line do Boletim Informativo PO CH

Sex, 22/06/2018 - 17:40

22/06/2018

O PO CH – Programa Operacional Capital Humano, tem uma nova publicação trimestral que visa disponibilizar a todos os interessados informação sobre as realizações e resultados do invest​​imento na Formação das pessoas apoiadas pelo Programa.

​No âmbito da Estratégia de Comunicação do PO CH, o Boletim Informativo pretende contribuir para a redução do défice de proximidade entre os cidadãos e a União Europeia, induzindo maior transparência e credibilidade, gerando confiança e uma imagem mais fundamentada da aplicação dos Fundos Europeus e da sua missão no nosso país.


O Boletim está estruturado em três blocos informativos:
 

  1. PO CH em números - referente à implementação
  2. Histórias de sucesso - pessoas que, com o apoio do Fundo Social Europeu, elevaram as suas qualificações
  3. Estudos e avaliações - divulgação das avaliações previstas no plano de avaliação do PO e outros estudos relevantes no domínio do Capital Humano

Esta 1ª edição tem como matéria de de​staque a análise e os resultados que o Programa alcançou até 31 de março de 2018.​

O boletim será disponibilizado on-line, complementando a informação de natureza mais global publicada também trimestralmente sobre o Portugal 2020 e que abrange naturalmente o PO CH no âmbito do Boletim Informativo dos Fundos da União Europeia publicado pela AD&C.


Consulte AQUI: 

| Boletim Informativo do POCH

 

 

Fonte: POCH

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Política de Coesão pós-2020 quer regiões da Europa mais inovadoras

Sex, 22/06/2018 - 12:04

22/06/2018

A Comissão Europeia está a renovar a iniciativa «Stairway to Excellence», para continuar a fornecer apoio adaptado e técnico às regiões menos avançadas no domínio da Inovação.

Esta iniciativa vai ajudar as regiões a desenvolver, atualizar e aperfeiçoar as suas Estratégias de Especialização Inteligente, ou seja, as suas estratégias regionais de inovação baseadas em nichos competitividade, antes do início do período orçamental 2021-2027.

Vai igualmente ajudar a identificar recursos europeus adequados para financiar projetos inovadores e formar parcerias com outras regiões com vantagens semelhantes para criar polos de inovação.

A iniciativa, coordenada pelo Centro Comum de Investigação, proporcionará às regiões quatro formas principais de apoio:

  • A Comissão e os peritos externos ajudarão as regiões a identificar as áreas a melhorar, nas suas estratégias de especialização inteligente e nos seus sistemas de inovação regionais (qualidade da investigação pública, eficiência da ligação entre os meios empresarial científico e condições propícias à atividade das empresas), a e cooperar com as outras regiões nos domínios da investigação e inovação.
     
  • Os peritos ajudarão as regiões a explorar todas as fontes potenciais de financiamento, como o "Horizonte Europa", a Europa Digital e os fundos da política de coesão, e a combinar essas fontes através de Novas oportunidades de Sinergias, oferecidas pelas propostas da Comissão relativas aos fundos UE para 2021-2027.
     
  • O Centro Comum de Investigação ajudará a identificar e resolver estrangulamentos específicos regionais que afetam a inovação, como a falta de interação entre as esferas locais empresarial e académica ou a reduzida participação no atual programa Horizonte 2020.
     
  • O Centro Comum de Investigação criará igualmente oportunidades de ligação em rede e ateliês para as regiões se encontrarem e trocarem boas práticas de desenvolvimento de estratégias regionais de inovação. Tal facilitará também a criação de parcerias para investimentos inter-regionais na inovação.

A iniciativa «Stairway to Excellence» foi lançada em 2014, em parceria com o Parlamento Europeu, quando a especialização inteligente passou a ser um requisito no âmbito das regras da política de coesão. Tem sido renovada todos os anos através de diferentes programas de trabalho e prioridades.

Para o período de 2018-2019, visa essencialmente preparar o próximo orçamento a longo prazo da UE, com base no método adotado em 2017 para as Ações-piloto de Especialização Inteligente.

A iniciativa dispõe de um orçamento de 3 milhões de EUR para esses dois anos, disponibilizado pelo Parlamento Europeu.

 

Fonte: CE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Debate sobre o futuro Quadro Financeiro Plurianual da UE

Sex, 22/06/2018 - 11:46

22/06/2018

O futuro Quadro Financeiro Plurianual da União Europeia’ é o tema do debate a realizar em Coimbra, a 22 de junho.

A mesa redonda sobre o orçamento a longo prazo da União Europeia (UE) vai juntar os eurodeputados José Manuel Fernandes e Manuel dos Santos, a Presidente da CCDRC, Ana Abrunhosa e o Presidente do Turismo do Centro, Pedro Machado. 

A iniciativa, do Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal e da Associação de Estudos Europeus de Coimbra, vai ter lugar a partir das 11h00 na sala 1.3 do Palácio dos Melos, da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

O futuro Quadro Financeiro Plurianual (QFP) para o período pós-2020 terá de ser acordado por unanimidade pelos Estados Membros e aprovado pelo Parlamento Europeu para poder entrar em vigor.

Os eurodeputados definiram as suas prioridades e manifestaram a sua disponibilidade para o diálogo com a Comissão e o Conselho, com vista a permitir a conclusão de um acordo antes das eleições europeias de 2019.

 

Fonte: Gab. PE Portugal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alterado Regulamento do SI2E - Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego

Qui, 21/06/2018 - 17:29

21/06/2018

Foi ontem publicada, em Diario da República, a Portaria 178/2018 de 20 de abril, que altera o Regulamento do SI2E - Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego.

O SI2E - Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego, criado e regulamentado pela Portaria n.º 105/2017, de 10 de março, alterado pela Portaria n.º 1/2018, de 2 de janeiro, visa operacionalizar os apoios ao empreendedorismo e à criação de emprego, através dos Programas Operacionais Regionais do Norte, Centro, Alentejo, Lisboa e Algarve.

Estes apoios devem considerar as elegibilidades previstas em cada um dos Programas, no âmbito das Estratégias de Desenvolvimento Local de Base Comunitária dinamizadas pelos Grupos de Ação Local, dos Pactos para o Desenvolvimento e Coesão Territorial dinamizados pelas Comunidades Intermunicipais e pelas Áreas Metropolitanas ou outras intervenções de apoio ao empreendedorismo e criação de emprego alinhadas com as estratégias de desenvolvimento regional e de coesão territorial da iniciativa das Autoridades de Gestão.

A experiência entretanto adquirida aconselha a introdução de pequenos ajustamentos, com vista a eliminar regras de distorção da aplicação do sistema, daí esta segunda alteração ao regulamento do SI2E.


Consulte AQUI:

Portaria n.º 178/2018 - D.R. n.º 117/2018, Série I de 2018-06-20
Segunda alteração do regulamento do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego, aprovado pela Portaria n.º 105/2017, de 10 de março.

 

Fonte: D.R.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PO SEUR realiza Sessão Técnica sobre Contratação Pública

Qui, 21/06/2018 - 16:25

21/06/2018

PO SEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no uso de Recursos, vai realizar uma Sessão Técnica destinada a todas entidades beneficiárias no que respeita ao tema ‘Principais aspetos a ter em conta na Contratação Pública, face às alterações no Código dos Contratos Públicos’

Esta sessão decorrerá no dia 5 de julho das 10h às 18h no CCL - Centro de Congressos de Lisboa.

O evento será ministrado pelo Diretor da Direção Jurídica e da Contratação Pública do IMPIC- Instituto dos Mercados Públicos e do Imobiliário e da Construção, Fernando Batista. 

A INSCRIÇÃO é obrigatória até às 18h00 do dia 4 julho de 2018.

Dada a importância desta matéria para a regularidade dos projetos cofinanciados, convidam-se as entidades beneficiárias a participar nesta sessão, fazendo-se representar pelos seus responsáveis máximos e elementos que tenham a seu cargo a realização dos procedimentos de contratação pública.

 

Fonte: POSEUR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

III Convocatória de Projetos do Programa Interreg SUDOE

Qui, 21/06/2018 - 16:11

21/06/2018

Foi lançada a III Convocatória de Projetos do Programa Interreg SUDOE, cujas candidaturas de projeto devem ser apresentadas entre os dias 3 e 21 de setembro de 2018.

Consulte o texto da Convocatória, que se destina ao tipo de entidade que representa. Agradece-se a difusão desta convocatória às entidades da sua lista de contatos que podem igualmente estar interessadas.  

Com o objetivo de apoiar os potenciais beneficiários na montagem da sua candidatura de projeto, o Secretariado Conjunto está a implementar uma série de ferramentas.

Entre estas ferramentas, propõem uma série de webinários para apresentar de maneira geral a terceira convocatória.

Estes webinários, apresentados pelo Secretariado Conjunto Sudoe e as respetivas Autoridades Nacionais serão organizados em espanhol, francês e português.


| CALENDÁRIO

·         22 de junho de 10:00 às 12:00 em Francês (UTC+2) (inscrições aqui: https://attendee.gotowebinar.com/register/1769740222610531331)

·         25 de junho de 16:00 às 18:00 em Português (UTC+2), que corresponde em Portugal às 15h-17h  (inscrições aqui: https://attendee.gotowebinar.com/register/6079088031190353411)

·         27 de junho, de 11:00 às 13:00 em Espanhol (UTC+2) (inscrições aqui: https://attendee.gotowebinar.com/register/8255693344163710979)

 

Posteriormente, vão realizar-se outros webinários para responder a questões mais específicas dos promotores de projetos.

Estas reuniões irão realizar-se regularmente com data e hora fixa, cada semana durante uma hora, do seguinte modo:
 


Se por motivos de agenda não puder assistir em direto aos webinários, poderá sempre consulta-los posteriormente.

O link para aceder às gravações será colocado à disposição na página de Internet do Programa Sudoe.   

Para mais informação, visite a página do Programa Interreg SUDOE.

 

 

Fonte: AD&C-NCTE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Programas Interreg MED e SUDOE promovem 'Advocacy Bootcamp' no Algarve

Qui, 21/06/2018 - 15:48

21/06/2018

Os Programas de Cooperação Europeus Interreg MED e Interreg SUDOE, em parceria com a CCDR Algarve, promovem o seminário internacional 'Advocacy Bootcamp' sobre a comunicação e dinamização de projetos de cooperação, em Faro.

O evento é dirigido essencialmente a beneficiários do MED e SUDOE, visando a sua capacitação para melhorar as suas operações numa fase inicial ou já em curso e desenvolver planos de comunicação estratégica mais assertivos.

 

ADVOCACY BOOTCAMP

Os trabalhos vão desenvolver-se ao longo dos dias 28 e 29 de junho, no Campus da Penha da Universidade do Algarve, estimando-se a presença de cerca de 120 participantes provenientes dos diversos Estados-Membros da bacia do Mediterrâneo.

 

Fonte: AD&C-NCTE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Projetos Kastelo e I3S são finalistas nos Prémios Europeus REGIOSTARS

Qui, 21/06/2018 - 15:28

21/06/2018

A ‘Kastelo’ - Unidade de Cuidados Continuados e Paliativos para Crianças e o I3SInstituto de Investigação e Inovação em Saúde, são finalistas da edição de 2018 dos Prémios Europeus Regiostars.

Considerados os "Óscares Europeus” para os projetos mais inspiradores de Desenvolvimento Regional, apoiados pelos fundos da União Europeia, o galardão é atribuído pela Comissão Europeia, desde 2008, com o objetivo de reconhecer publicamente investimentos inovadores e que servem de exemplo às demais regiões europeias.

A Unidade ‘Kastelo’ é finalista na categoria "Criando um melhor acesso aos serviços públicos". Na candidatura apresentada pela CCDR-N, enquanto Autoridade de Gestão do Programa Operacional NORTE 2020, é destacada pelo acompanhamento de crianças com doenças graves e seus familiares, assegurado pela Associação Nomeiodonada.

Esta unidade, a funcionar em Matosinhos, foi distinguida em 2017 com o Prémio O Norte Somos Nós, na categoria NORTE Inclusão, pela humanização do serviço prestado e capacidade de assegurar conforto e qualidade de vida aos seus utentes, a maioria em estado terminal.

O I3S – Instituto de Investigação e Inovação em Saúde é finalista na categoria “Apoio à transição industrial” por ser um “superlaboratório” que reuniu os investigadores dos três centros IBMC, o INEB e o IPATIMUP.

A candidatura apresentada pela CCDR-N menciona o caráter excecional das equipas que aqui trabalham em áreas como o cancro, a neurobiologia e doenças neurológicas e que somam prémios internacionais com o desenvolvimento de novos produtos ou de linhas de investigação.

O I3S foi considerado emblema regional nos Prémios O Norte Somos Nós.

Os vencedores da edição de 2018 dos Regiostars serão conhecidos a 9 de outubro, durante a Semana Europeia das Regiões e Cidades 2018.

Recorde-se que o Norte de Portugal já trouxe o galardão para a região em 2015 com o projeto Eurocidade Chaves e Verín, em 2014 com o projeto Art on Chairs (Paredes) e em 2013 com o Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC).

 

 

Fonte: CCDRN

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Governo lança Linha BEI–Autarquias com 250 M€ para apoiar projetos do Portugal 2020

Qua, 20/06/2018 - 14:49

20/06/2018

O Governo lançou a Linha BEI PT 2020-Autarquias de 250 M€, que se destina a apoiar o financiamento da contrapartida nacional de operações de investimento aprovadas no âmbito do Portugal 2020, promovidas pelas autarquias locais e suas associações, entidades intermunicipais e empresas do setor local.

Na sessão de lançamento, dia 18 de junho, participaram o Ministro das Finanças, Mário Centeno, a vice-presidente do Banco Europeu de Investimento, Emma Navarro, o secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Sousa, e a vice-presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses, Isilda Gomes.

Consulte o FOLHETO INFORMATIVO sobre a Linha BEI PT 2020 – Autarquias.

Encontra-se disponível uma via de contacto para a prestação de esclarecimentos e apoio ao pedido de financiamento EQ-BEI, através do formulário, clicando em “Contacte-nos”, categoria Linha BEI – PT2020 , disponível no Portal do Portugal 2020 e na Área Reservada ao beneficiário no Balcão 2020.

Consulte outras informações disponíveis na área Empréstimo-Quadro do BEI 2014-2020.

 

Fonte: AD&C

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Roadshow Horizonte 2020 sobre Energia e Transportes

Ter, 19/06/2018 - 04:19

19/06/2018

O Gabinete de Promoção do Programa Quadro de I&DT (ANI/FCT) está a organizar um Roadshow sobre as oportunidades de financiamento através do Programa Horizonte 2020 nas áreas da Energia e dos Transportes.

Este roadshow decorre no final do mês de junho, e conta com três eventos, que terão lugar nos dias:

25 de junho, no Porto – INESC TEC,

27 de junho, em Coimbra – Instituto Pedro Nunes e,

28 de junho, em Lisboa – Fundação para a Ciência e Tecnologia.

Estes eventos são focados nas oportunidades do Programa Horizonte 2020 para 2019. As inscrições são gratuitas, mas o registo é obrigatório, havendo um número limitado de lugares. Mais informações disponíveis no website GPPQ.

 

 

Fonte: ANI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Governo lança Linha BEI–Autarquias no valor de 250M€ para apoiar projetos do Portugal 2020

Sex, 15/06/2018 - 16:48

15/06/2018

O Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, e o Secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza, participam na sessão de lançamento da linha BEI PT 2020 Autarquias, no próximo dia 18 de junho, pelas 11h30, no Ministério das Finanças, em Lisboa.

Esta linha, de 250 M€, destina-se a apoiar o financiamento da contrapartida nacional de operações de investimento aprovadas no âmbito do Portugal 2020, promovidas pelas autarquias locais e suas associações, entidades intermunicipais e empresas do setor local.

Na sessão de lançamento participam ainda o Ministro das Finanças, Mário Centeno, a vice-presidente do Banco Europeu de Investimento, Emma Navarro, e a vice-presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses, Isilda Gomes.

Outras informações disponíveis em www.adcoesao.pt ou www.portugal2020.pt.

 

 

Fonte: Fundação GDA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sessão informal #makethemost sobre financiamentos UE para a Cultura

Ter, 12/06/2018 - 13:01

12/06/2018

No próximo dia 2 de julho realiza-se a primeira sessão informal #makethemost que pretende elucidar os participantes sobre financiamentos europeus para as Artes e a Cultura.

Promovida pela Fundação GDA, o encontro tem lugar entre as 18h00 e as 21h00, no Pólo das Gaivotas, em Lisboa.

O mundo dos financiamentos europeus é uma incógnita para muitos artistas em Portugal e apresenta-se algo complexo, em termos de linguagem e de procedimentos.

Nomes como Portugal 2020, Europa Criativa, Erasmus+, Horizonte 2020 ou Programas Operacionais podem fazer parte do nosso dia-a-dia, mas muitas vezes não sabemos se podemos ser beneficiários e como devemos proceder.

Por essa razão, a Fundação GDA tem apoiado artistas e outros membros do setor que estão interessados em conhecer e desenvolver projetos com parcerias e financiamentos europeus. Em 2018, o projeto #makethemost representa um importante desenvolvimento.

O projeto #makethemost pretende proporcionar motivação, conhecimento e a capacidade de detetar oportunidades de financiamento para projetos artísticos e culturais.

Através da realização de sessões informais ao final da tarde, em espaços privilegiados, é fomentado o diálogo e a troca de experiências.

Ao facilitar o acesso à informação sobre gestão de projeto e financiamento europeu, a Fundação GDA tem a ambição de incentivar a internacionalização e o desenvolvimento de projetos que reflitam o enorme talento dos artistas portugueses.

Para a primeira sessão informal, vamos conhecer as experiências dos projetos PROCURARTE e Westway, pela voz dos seus criadores, discutir as especificidades de tornar europeu um processo criativo, com todas as fragilidades conhecidas.

 

Fonte: Fundação GDA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Proposta de Quadro Regulamentar Política de Coesão Pós-2020

Ter, 12/06/2018 - 11:17

12/06/2018

Realiza-se na manhã do próximo dia 19 de junho, em Lisboa, a apresentação da Proposta de Quadro Regulamentar para a Política de Coesão no pós-2020 por parte de peritos da Comissão Europeia (COM).

Este evento decorre da tour que os responsáveis da COM têm vindo a realizar pelas capitais da União Europeia. 

A apresentação, realizada por dirigentes e peritos da Comissão Europeia, terá lugar no Altis Grand Hotel, na sala Roma, em Lisboa, entre as 09h00 e as 13h00.  

Consulte aqui o PROGRAMA e efetue a sua INSCRIÇÃO on-line.​

Fonte: AD&C

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nova linha de apoio para microempresas

Ter, 12/06/2018 - 10:47

12/06/2018

As microempresas ‘Startups’ na fase inicial do seu ciclo de vida (quatro anos de existência ou menos) dispõem de uma nova Linha Apoio ao Desenvolvimento de Negócio ADN 2018 - Start Up, com um montante global de dez milhões de euros.

A ADN 2018 - Start Up foi criada pela SPGM, pelo IAPMEI, pelo Turismo de Portugal e por três sociedades de garantia mútua, e para ter acesso as empresas terão de ter um mínimo de 15% de capitais próprios.

Terá um prazo de vigência de até 12 meses após o seu início e 5% dos 10 milhões orçamentados serão atribuídos exclusivamente ao setor primário.

O prazo das operações apoiadas poderá, ir até 8 anos, contando todas as startups com um período de carência de capital até 24 meses.


FINANCIAMENTO DA UNIÃO EUROPEIA

A Comissão Europeia vai reunir numa estrutura única todo o financiamento da UE que será concedido de 2021 a 2027 sob a forma de empréstimos e garantias.

O Programa InvestEU vai englobar um fundo, urna plataforma de aconselhamento e um portal com o objetivo de criar emprego e fomentar o crescimento.

Para o mesmo período, a Comissão propôs atribui 100 mil milhões de euros à investigação e à inovação, no âmbito do novo Programa Horizonte Europa para a Investigação e Inovação.

 

Fonte: SGPM/Destak/Horizonte Europa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

APP de Turismo Acessível para Cerveira e Tomiño com apoio POCTEP

Ter, 12/06/2018 - 10:07

12/06/2018

Está dado o primeiro passo com vista à criação de uma aplicação tecnológica que agregue os pontos turísticos dos concelhos vizinhos de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño, associada ao conceito de Acessibilidade para Tod@s.

Este projeto, cofinanciado a 75% pelo Programa de Cooperação Europeia INTERREG VA POCTEP, resulta da 2ª edição do Orçamento Participativo Transfronteiriço Cerveira-Tomiño, uma iniciativa pioneira na Euroregião Galiza-Norte de Portugal incluída na Agenda Estratégica para a Cooperação Transfronteiriça Amizade Tomiño-Cerveira.

O Projeto é um dos vencedores da edição 2018 do Orçamento Participativo Transfronteiriço Cerveira-Tomiño, e procura sensibilizar e envolver a população e profissionais especializados.

Cerca 50 pessoas de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño participaram, no dia 8 de Junho, numa ação de sensibilização promovida em conjunto pela ESG - Escola Superior Gallaecia, ACAPO e Vontade - Asociación de Persoas con Discapacidade, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, em torno dos obstáculos e barreiras arquitetónicas com que se deparam, no dia-a-dia, as pessoas com deficiência visual e/ou mobilidade reduzida.

O objetivo é, até final do corrente ano, disponibilizar uma aplicação para dispositivos móveis (APP) inclusiva, com o intuito de reforçar a acessibilidade e atrair visitantes com mobilidade condicionada para o território comum de Cerveira-Tomiño, através da criação de roteiros e percursos acessíveis com indicação dos principais pontos artísticos, culturais e turísticos e da sua acessibilidade, com audiodescrição.

A implementação deste projeto implica, por um lado, sensibilizar a comunidade e, por outro, alertar técnicos mais especializados para o conceito de design inclusivo.

Neste sentido, a primeira atividade decorreu na envolvente do Fórum Cultural de Cerveira, com a Asociación Vontade (Tomiño) e a ACAPO a disponibilizarem alguns equipamentos (cadeiras de rodas, antifaces e bengalas), para que os participantes pudessem sentir na primeira pessoa as dificuldades das pessoas com deficiência visual e/ou mobilidade reduzida.

Seguiu-se uma palestra mais técnica sobre espaços acessíveis e design universal, nomeadamente abordando exemplos concretos de soluções arquitetónicas no âmbito da acessibilidade para todos.

Da parte da tarde, o Aquamuseu do Rio Minho foi o primeiro espaço público a ser alvo de um levantamento técnico pelos alunos da ESG e da ETAP, ao nível de barreiras e apresentação de sugestões, ação que será alargada a outros espaços de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño.

Após esta recolha de informação, as três entidades promotoras avançam com o processo de experimentação de técnicas de design inclusivo para a criação da APP acessível, de forma a estar funcional no final de 2018.

 

 

Fonte: Correio do Minho/POCTEP

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Candidaturas abertas à segunda edição do Tourism Explorers

Seg, 11/06/2018 - 13:10

11/06/2018

Foi lançada a 2ª edição do maior programa de criação e aceleração de startups na área do Turismo - o Tourism Explorers, com candidaturas abertas até ao dia 20 de junho.

Este programa do Turismo de Portugal em parceria com a Fábrica de Startups vai decorrer em simultâneo em 12 cidades do país, de norte a sul, e ilhas! As inscrições são gratuitas e estão abertas no website Tourism Explorers.

O Tourism Explorers é composto por duas fases: Ideação e Aceleração.

Na fase de Ideação, que decorre de 12 a 14 de setembro de 2018, vão ser criadas novas soluções por pessoas interessadas em desenvolver projetos relacionados com o turismo, baseando-se nos desafios estratégicos do setor.

Por sua vez, na fase de Aceleração, que terá lugar entre 25 de setembro e 31 de outubro de 2018, as equipas com projetos relacionados com o turismo vão poder testar e validar os seus modelos de negócio.

Aos interessados em participar basta a sua motivação e interesse pelas áreas do turismo e curiosidade pelo mundo do empreendedorismo.

Ao longo do programa, os participantes terão acesso a formadores e mentores de excelência, a uma rede de parceiros da indústria e às metodologias FastIdeation e FastStart da Fábrica de Startups, já amplamente testadas no desenvolvimento de novos negócios.

Saiba tudo no website Tourism Explorers.

 

 

Fonte: Fábrica Startups

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PO ISE prorroga prazo de candidaturas ao Projeto de mediadores municipais e interculturais

Seg, 11/06/2018 - 11:35

11/06/2018

A Comissão Diretiva do PO ISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, informa que foi prorrogado o prazo para submissão de candidaturas no âmbito do AVISO N.º POISE-33-2018-06 referente à Tipologia de Operações 3.09 - Projeto de mediadores municipais e interculturais.

Assim, os potenciais beneficiários que pretendam submeter a sua candidatura de projeto podem fazê-lo até às 18h00 do dia 28 de junho de 2018 com o correspondente ajustamento dos prazos de decisão e de notificação.

Consulte o AVISO publicado no website do PO ISE em Avisos Abertos ou no Balcão 2020 Domínio Temático – INCLUSÃO SOCIAL E EMPREGO.

 

Fonte: AG PO ISE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Realocação das dotações financeiras do MAR 2020

Sex, 08/06/2018 - 17:12

08/06/2018

O Programa Operacional MAR 2020 alocou um reforço de disponibilidades financeiras, para melhor corresponder às necessidades da Pesca e da Aquicultura.

Volvidos dois anos e meio desde a aprovação do MAR 2020, em 30 de novembro de 2015, mostrou-se necessário ajustar as dotações financeiras alocadas a algumas Medidas de Apoio.

Para tal, foram exploradas as margens de flexibilidade concedidas aos Estados-Membros, auscultando as sensibilidades dos vários stakeholders e adequando essas disponibilidades à evolução da realidade do setor e necessidades dos seus agentes, bem como ao cumprimento dos objetivos e metas do Programa Operacional. 

É sabido que a Pesca é uma atividade de risco elevado, intimamente dependente das condições atmosféricas e de mar e, por isso, das condições de segurança oferecidas pelos portos de pesca.

Por outro lado, a limitação dos recursos pesqueiros, conjugada com a necessidade de assegurar a sustentabilidade ambiental a par da sustentabilidade económica e social dos profissionais e agentes do setor, lança o desafio de incrementar o valor acrescentado dos produtos da pesca. 

Este valor acrescentado começa, desde logo, a bordo das embarcações de pesca, com o tratamento e processamento do pescado, estendendo-se depois à respetiva descarga em porto e condições de venda em lota.

Após vários anos de desinvestimento nas infraestruturas portuárias, mostrava-se, pois, necessário garantir o financiamento de projetos que contribuam para a melhoria das condições de segurança dos portos de pesca nacionais, para a criação de melhores condições de trabalho para os pescadores, para o cumprimento da obrigação de descarga e para a modernização das lotas existentes.

O crescente consumo de pescado impõe também a necessidade de reforçar a aposta na Aquicultura, garantindo o financiamento de investimentos produtivos que possam contribuir para o cumprimento das metas previstas no respetivo plano estratégico e, consequentemente, para a consecução dos objetivos da Política Comum de Pescas. 

Assim, a partir de 1 de junho, o MAR 2020 passou a prever disponibilidades financeiras acrescidas ao nível da Medida de Apoio a Investimentos em Portos de Pesca, Locais de Desembarque, Lotas e Abrigos, e da Medida de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável da Aquicultura.

 

Fonte: AG Mar 2020

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Novo Prémio Europeu do Desenvolvimento Sustentável

Sex, 08/06/2018 - 12:54

08/06/2018

A Comissão Europeia lançou, no dia 5 de junho, o primeiro Prémio Europeu do Desenvolvimento Sustentável, para reconhecer os esforços e a criatividade dos cidadãos europeus, das empresas e das organizações que trabalham no sentido de alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

O Prémio vai distinguir iniciativas inspiradoras que proporcionem soluções concretas para atingir os Objetivos e as candidaturas podem ser apresentadas até 14 de setembro de 2018.

Os vencedores do concurso serão selecionados por um júri composto por membros da Plataforma Multilateral da Comissão Europeia sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e serão anunciados numa cerimónia de alto nível na primavera de 2019.

 

 

Fonte: CE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Horizonte Europa, o novo programa de Investigação e de Inovação

Sex, 08/06/2018 - 12:47

08/06/2018

Para o próximo orçamento da União Europeia (UE) a longo prazo 2021-2027, a Comissão propõe atribuir 100 mil milhões de euros à Investigação e à Inovação.

O novo programa Horizonte Europa, terá por base os resultados e o sucesso alcançado pelo anterior programa de Investigação e Inovação Horizonte 2020 e manterá a UE na vanguarda mundial neste domínio.

A dotação orçamental proposta de 100 mil milhões de euros para 2021-2027 inclui 97,6 mil milhões de euros ao abrigo do Horizonte Europa, dos quais 3,5 mil milhões de euros afetados a título do fundo InvestEU e 2,4 mil milhões de euros para o Programa de Investigação e Formação Euratom.

O programa Euratom, que financia a investigação e a formação no domínio da segurança nuclear e da segurança e proteção contra as radiações, articular-se-á mais em torno de outras aplicações além da produção energética, tais como a saúde e equipamentos médicos, e apoiará igualmente a mobilidade dos investigadores nucleares no âmbito das ações Marie Skłodowska-Curie.

Consulte:

PRESS RELEASE | Orçamento da UE: Comissão propõe o mais ambicioso programa de Investigação e Inovação de sempre

 

Fonte: CE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Páginas