Conselho de Inovação Regional do Algarve lança novos desafios estratégicos

Conselho de Inovação Regional do Algarve reuniu-se para apresentação de resultados e aprovação de novos grupos de trabalho temáticos, enquadrados na Estratégia de Especialização Inteligente da Região do Algarve (RIS3 Algarve)

Realizou-se na 2ª feira, dia 20 de novembro, na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve), em Faro, a segunda reunião do Conselho de Inovação Regional do Algarve (CIRA), que contou com a presença de cerca de 90 participantes.

Durante a reunião foi feito um ponto de situação sobre a atividade do CRESC Algarve 2020 e apresentados resultados da atividade desenvolvida pelos grupos de trabalho do Turismo, do Mar, da Energia e da RIA (Região Inteligente Algarve). O ponto de situação foi efetuado, respetivamente, pelos representantes da Região de Turismo do Algarve (RTA), da Maralgarve, da Enercoutim e da Altice/PT.

Foi ainda proposta e aprovada a formalização de dois novos grupos de trabalho setoriais nas áreas da Saúde e Agroalimentar, prosseguindo desta forma com a concretização dos objetivos definidos no modelo de governança da estratégia de especialização inteligente do Algarve, envolvendo entidades públicas, associativas e empresariais.

Segundo o presidente da CCDR Algarve, Francisco Serra «O desenvolvimento de projetos relacionados com o conhecimento em turismo, as novas formas de produção de energia e a criação de redes inteligentes para a gestão energética, a inovação e crescimento da economia do mar, o desenvolvimento de uma plataforma de dados abertos de âmbito regional (Região Inteligente Algarve) deverão estimular a exploração de novas oportunidades de desenvolvimento regional nos próximos anos».

Referiu ainda, que «enquanto desafios macro, estas iniciativas favorecem a digitalização e a integração futura de projetos setoriais como as Cidades Inteligentes, o Destino Turístico Inteligente e a Mobilidade Inteligente, entre outros, criando uma dinâmica de desenvolvimento mais direcionada para a sociedade do conhecimento».

O CIRA é um órgão consultivo da RIS3 Algarve, presidido pela CCDR Algarve, previsto na contratualização do Programa Operacional do Algarve 2020, no âmbito do qual foi obrigatório desenvolver uma Estratégia de Especialização Inteligente (RIS3) como condição de acesso aos Fundos Europeus Estruturais no período de 2014 a 2020.

A RIS3 Algarve é um processo dinâmico que envolve a participação de parceiros regionais, empresas, produtores de tecnologia, entidades do sistema científico e tecnológico, universidade, associações empresariais, entidades nacionais de planeamento e de gestão de políticas de I&I e entidades intermunicipais.

O orgão tomou também conhecimento da aprovação no Conselho Regional do Algarve, no passado mês de junho, de uma moção favorável ao combate às alterações climáticas.

Visualize aqui a apresentação efetuada pelo presidente da CCDR Algarve